Rede de trilhos urbanos aumentou 30,2 km no ano passado no Brasil

O transporte de passageiros em trens, metrô e VLT do Brasil cresceu 30,2 km em 2017. Mesmo pouco ainda superou a expectativa de aumento projetado pelos operadores de 29 km. Os dados são do Balanço do Setor Metroferroviário 2017-2018, divulgado pela Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos, ANPTrilhos.

O VLT Carioca, que inaugurou sua segunda linha, acrescentou 5,8 km à rede brasileira de trilhos urbanos. Mas a maior parte do aumento se deu pela ampliação da Linha 2 do Metrô de Salvador, que cresceu 14,4 km em um ano. O VLT da Baixada Santista, no litoral de São Paulo, aumentou mais 4,7 km. O Metrô de São Paulo, que conta com a maior extensão do modo metrô do país, estendeu seu atendimento em mais 3 km, enquanto a CBTU Maceió inaugurou 2,3 km da linha de VLT.

Segundo a pesquisa, em 2017, o destaque foi a ampliação recorde da frota de trens com 719 novos carros de passageiros, um aumento de 15,5%. Parte dessa frota atende novas linhas implantadas, mas a maioria moderniza o efetivo das já existentes.

O volume de passageiros também cresceu em 2017, em 0,4%, e manteve-se próximo ao número do ano anterior, com um total de 2,93 bilhões de pessoas transportadas. Segundo a pesquisa, a obtenção desse resultado foi possível devido às inaugurações de duas linhas e à abertura de 24 estações, o que aumentou a capilaridade dos sistemas. Se não se contasse com essa ampliação da rede, haveria uma queda de 1,2% na demanda de usuários.

Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.