Radares do BRS começam a ser reinstalados no Centro e na Zona Sul

Os radares do sistema BRS, removidos no fim do ano passado, voltarão a multar os motoristas que invadirem as faixas exclusivas dos coletivos. A instalação dos novos equipamentos foi iniciada há duas semanas e deverá estar concluída em dezembro nas 21 pistas seletivas de ônibus do Rio.

De acordo com o Jornal O Globo, estão sendo colocados postes de sustentação para as câmeras dos radares, e as pistas vem sendo preparadas para receber os cabos de rede e sensores de velocidade. Mais de 20 pardais destinados aos corredores da Avenida Presidente Vargas, no Centro, e da Avenida Nossa Senhora de Copacabana, na Zona Sul, aguardam para serem aferidos pelo Instituto de Pesos e Medidas (Ipem-RJ).

Os corredores BRS foram implantados a partir de 2011 para melhorar a mobilidade em vias congestionadas e tornar mais rápidos os deslocamentos de ônibus e táxis com passageiros. A medida chegou a reduzir em 24% o tempo médio em alguns percursos.

Os contratos com as duas empresas que instalavam os equipamentos venceram em dezembro. Segundo a CET-Rio, em 2017, foram aplicadas 87.559 multas por invasão dos corredores e 6.084 por evasão.

Foto: Prefeitura/Divulgação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.