Problemas na sinalização da estação Central do Brasil causam atrasos no metrô

Os passageiros do metrô foram afetados com os atrasos das composições em todas as linhas (1,2 e 4) na manhã desta quarta-feira (4/7). Segundo a concessionária que administra o sistema, um problema na sinalização na estação Central do Brasil deixou os intervalos irregulares. O defeito foi detectado por volta das 8h15. A operação foi normalizada às 9h25.

Os usuários reclamaram da demora na saída das composições, por mais de 20 minutos, e da superlotação. “Saí de Rocha Miranda às 8h em direção ao Centro. O metrô ficava parado cerca de 20 minutos em cada estação. Tive de desembarcar e pegar três ônibus para chegar ao trabalho”, reclama a produtora Larissa Monteiro.  A designer Marta de Souza criticou a superlotação e a falta de informação. “Peguei o metrô muito cheio em Botafogo em direção ao Centro e não havia nenhum aviso sobre a irregularidade”, contou.

Tiroteio na Providência afeta VLT

A concessionária negou que a causa do defeito tenha relação com o confronto entre a PM e criminosos no Morro da Providência, que fica próximo à estação Central do Brasil. Treze estações do VLT chegaram a ser fechadas por medida de segurança. As linhas 1 e 2 do VLT circularam em trechos limitados até aproximadamente 9h, quando a situação foi normalizada.

No início da manhã, moradores relataram intensa troca de tiros na comunidade e chegaram a fazer alerta em redes sociais. “Evite a Região Central do Brasil e adjacências. Operação policial nesse momento no Morro da Providência”, alerta um morador.

Foto: reprodução Redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.