Obras do bonde de Santa Teresa serão retomadas este mês

O estado vai retomar, até o fim do mês, as obras do bonde de Santa Teresa, paradas há dois anos. De acordo com a Secretaria de Estado de Transportes (Setrans), será iniciada uma nova fase de ampliação do sistema, que irá da Praça Odylo Costa Neto, no Largo dos Guimarães, até o Largo do França. O novo trecho de três quilômetros deverá ficar pronto em quatro meses.

Atualmente, operam cinco bondes no trajeto de quatro quilômetros, que vai do Largo da Carioca, no Centro, até a Praça Odylo Costa Neto. Com a expansão, o percurso total será de sete quilômetros. Os reparos no sistema começaram em 2013, dois anos depois do acidente, que deixou seis mortos e 56 feridos. De acordo com o projeto para a volta de circulação dos bondes, seriam reconstruídos 10 quilômetros de trilhos e adquiridas 14 composições.

Para os moradores, o serviço atualmente é precário. “O horário de funcionamento das 8h30 às 17h45, com intervalos de 15 minutos e o trajeto de três quilômetros são insuficientes para atender a demanda diária de usuários”, critica Cláudia Schuch.

Para Vaniza Pinto, a função do bonde voltada para turistas foi desvirtuada. “Moradores cadastrados viajam gratuitamente, mas os trabalhadores e as pessoas que vêm visitar os amigos e a família ficam prejudicados porque têm de pagar a tarifa de R$ 20,00”, reclama. Segundo a Setrans, os recursos arrecadados com a venda de passagens pagam as despesas com funcionários e manutenção do sistema.

Foto: Henrique Freire/Setrans

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.