Planos inclinados de 5 localidades vão continuar a funcionar

A operação do plano inclinado do Outeiro da Glória, na Zona Sul, ocorre normalmente e não há risco de interrupção. Por conta dos festejos pelo Dia de Nossa Senhora da Glória, que será celebrado nesta quarta-feira (15/8), a expectativa é de que a procura pelo serviço, que costuma atender 200 pessoas diariamente, mais do que dobre, com o transporte de até 500 passageiros num só dia.

O prefeito Marcelo Crivella visitou o local, nesta terça-feira (14/8), e disse que a ameaça de paralisação do bondinho não passou de boato.  “Estou aqui para comprovar que o serviço não vai parar. Está funcionando tranquilamente”, afirmou o prefeito.

Os equipamentos funcionam, além do Outeiro da Glória, em outras duas igrejas consideradas pontos turísticos: Nossa Senhora da Penha, na Zona Norte; e Nossa Senhora da Penna, em Jacarepaguá, na Zona Oeste. Há ainda os que atendem às comunidades do Pavão-Pavãozinho, em Ipanema e Copacabana; e do Dona Marta, em Botafogo, ambas na Zona Sul. Em todos eles o funcionamento é normal.

Na semana passada, a Rioluz, que administra os planos inclinados, informou que os contratos do Outeiro e do Dona Marta estavam sob análise, mas não haviam sido rescindidos.  Entretanto, de acordo com o site Rio Transparente, o contrato da Igreja da Penha havia vencido em 28 de julho, e o do Pavão-Pavãozinho acabaria em 21 de agosto.

Nos meses de agosto, setembro e outubro são realizados os festejos nas igrejas da Glória, da Penna e da Penha, respectivamente, aumentando a procura pelo serviço.

Nas cinco localidades onde estão instalados os planos inclinados são transportadas mais de dez mil pessoas, por dia. Na Igreja de Nossa Senhora da Penha, o plano inclinado é usado também por moradores das áreas mais altas da Vila Cruzeiro, beneficiando um público de três mil pessoas. No Dona Marta, três mil usam o transporte, e, no Pavão-Pavãozinho, quatro mil passageiros são atendidos. Na Igreja de Nossa Senhora da Penna, são 180 pessoas.

Foto: divulgação/ Prefeitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.