Central concentra maior fluxo de passageiros do VLT

Há um ano, a linha 2 do VLT começava a operar na Central do Brasil, completando o traçado entre a Praça XV e a região da Rodoviária. Segundo a concessionária, 12% dos 70 mil passageiros, que utilizam o VLT em dias úteis, embarcam na Central. Na área, que é uma das mais movimentadas da cidade, o modal faz conexão com trens, metrô e dois terminais de ônibus.  Ao conectar-se aos demais meios de transportes, a estação tornou-se o ponto de maior concentração de usuários do sistema.

De acordo com a VLT Carioca, no primeiro mês de operação em 2017, o VLT registrou cerca de 5.700 embarques diários, hoje são mais de 8 mil usuários fixos e quase 10 mil em dias de pico operacional, como vésperas de feriado. A estação também é o ponto em que mais é utilizado o benefício do vale-transporte, que representa 52% dos embarques. A secretária Sônia Lopes utiliza o sistema todos os dias para se deslocar de casa, em Olaria, até o trabalho no Centro. “O VLT melhorou muito os deslocamentos no Centro. Sem enfrentar congestionamentos, consigo chegar sempre no horário”, comenta.

Beneficiada recentemente com a entrada do VLT no Bilhete Único Intermunicipal, que ampliou as possibilidades de integração tarifária, a estação consolidará sua importância quando entrar em operação a linha 3.  O novo trecho, que irá até o Aeroporto Santos Dumont via Marechal Floriano, terá um de seus terminais na Central. Para isso, segundo a concessionária, as obras em andamento incluem a construção de uma nova via e outra plataforma de acesso na área, além de uma nova parada nas proximidades do Palácio Duque de Caxias, ampliando as possibilidades de ingresso no sistema.

Foto: Divulgação VLT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.