Bondes voltarão a circular até a parada Dois Irmãos

O bonde de Santa Teresa voltará a circular até a parada Dois Irmãos. De acordo com a Secretaria Estadual de Transportes, o custo da obra da expansão que vai da Odylo Costa até a Dois Irmãos foi de R$ 16 milhões e a operação deverá ser iniciada na segunda quinzena de janeiro.

O órgão informou que desde terça-feira (8/11) estão sendo realizados os testes dinâmicos operacionais, visando à adequação das composições ao novo trajeto. As verificações incluem a rede aérea e a via permanente, além do treinamento dos motorneiros. O presidente da Central Logística, Ulysses Monteiro Jorge, destacou que será retomada a operação de um trecho que está parado há mais de sete anos. “O bonde, ao operar o novo trajeto, irá possibilitar a maior mobilidade desses usuários”, declarou Ulysses Monteiro Jorge.

Com a chegada até a Parada Dois Irmãos, o sistema ficará com cerca de seis quilômetros, a mesma extensão em operação em 2011, ano do acidente, que deixou seis mortos e 56 feridos e tirou o bonde de circulação. Entretanto, moradores e comerciantes reivindicam a volta do transporte até o Largo das Neves, além de mais composições circulando.  “Naquela área do bairro só temos uma linha de ônibus, que passa em intervalos irregulares. Já o serviço dos  bondes melhorou, mas ainda há poucos circulando”, critica a empresária Sílvia Lopes.

Atualmente, o transporte opera de segunda a sexta, das 8h às 17h40; aos sábados, das 10h às 17h40, e aos domingos e feriados, das 11h às 16h40, entre os largos da Carioca e do França. Já a operação até a Rua Francisco Muratori é feita em dois horários: às 8h e às 15h.

Para usar o sistema, é cobrada a tarifa de R$ 20. Moradores de Santa Teresa (previamente cadastrados), estudantes da rede pública uniformizados e com o cartão escolar, pessoas acima de 65 anos e portadores do Vale Social não pagam passagem.

Foto: Henrique Freire/Setrans

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.