Crivella e VLT Carioca vão discutir Linha 3, nesta 6ª feira

O impasse entre o VLT Carioca e a Prefeitura, para a inauguração da Linha 3, será discutido nesta sexta-feira (18/01), em reunião entre o prefeito Marcelo Crivella e o presidente da concessionária. As obras já foram concluídas, mas devido à falta de repasses de recursos do município, a operação no trecho, que ligará a Central do Brasil ao Aeroporto Santos Dumont via Av. Marechal Floriano e Av. Rio Branco, não foi iniciada. Crivella disse que está tentando fazer um equilíbrio financeiro-econômico do contrato com o consórcio VLT Carioca, “para que seja justo”. “A Prefeitura não pode arcar com sonho que não se realizou, senão o sonho vai virar pesadelo”, completou o prefeito.

Crivella afirmou que vai conversar com os empresários, tendo em mãos os números e com uma visão mais realista. “Muitas coisas que foram feitas na administração passada são insustentáveis. Quando veio a realidade – e ela sempre vem –, a gente verificou que é preciso  reajustar os números, e faremos isso com muito equilíbrio, com muita  ponderação, para que a cidade do Rio tenha um bom VLT, e que isso não pese mais nos ombros dos cariocas”  declarou o prefeito.

A intervenção começou em janeiro de 2018 e, pelo cronograma inicial, deveriam ser entregues no dia 15 de novembro. Os usuários reclamam do atraso na inauguração da Linha 3, que terá três novas paradas e trechos compartilhados com as linhas 1 e 2, permitindo reduzir os intervalos dos trens de 7 minutos para 3,5 minutos na região da Central e na Av. Rio Branco. “Poderia chegar mais rápido ao trabalho e diminuir o tempo de espera”, critica João Andrade.

Além dos terminais Central, que atende à linha 2, e Santos Dumont (linha 1) e das três novas paradas, o trecho da linha 3 compartilhará também com a linha 1 as paradas Candelária, Sete de Setembro, Carioca, Cinelândia e Antônio Carlos. Serão, assim, 10 paradas no percurso.

Foto: Divulgação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.