Bonde de Santa Teresa circula até a parada Dois Irmãos

A operação do Bonde de Santa Teresa até a parada Dois Irmãos foi retomada nesta segunda-feira (21/01). Com a expansão do trajeto, o sistema passa a ser composto por cerca de seis quilômetros, mesma extensão em operação em 2011.

Segundo a Secretaria Estadual de Transportes, encontra-se em planejamento a retomada dos ramais Silvestre e Paula Matos, reivindicação de moradores e comerciantes do bairro, que querem o bonde como principal meio de transporte do bairro. “A passagem é muito cara e o intervalo entre as composições é muito grande”, critica a cabeleireira Thaís da Silva.

Para usar o sistema, é cobrada a tarifa de R$ 20. Moradores de Santa Teresa (previamente cadastrados), estudantes da rede pública uniformizados e com o cartão escolar, pessoas acima de 65 anos e portadores do Vale Social têm gratuidade garantida.

Atualmente, o transporte circula de segunda a sexta, das 8h às 17h40; aos sábados, das 10h às 17h40, e aos domingos e feriados, das 11h às 16h40, entre o Largo da Carioca e a parada Dois Irmãos. Já a operação até a Rua Francisco Muratori é feita em dois horários: às 8h e às 15h.

Acidente tirou o bonde de circulação

No dia 27 de agosto de 2011, um acidente que deixou seis mortos e 56 feridos, entre estes turistas franceses, americanos e portugueses, tirou de circulação o principal sistema de transporte público do bairro. Uma falha no sistema de freios fez o bonde, que seguia para a Lapa, bater num poste, na Rua Joaquim Murtinho, e tombar. O laudo do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) apontou diversos problemas de manutenção: falta de conservação dos cilindros, desgaste do compressor e uso de peças remendadas.

Depois de quatro anos, em julho de 2015, os bondes voltaram a transportar passageiros, mas apenas num trecho de 1,7 km, entre os largos da Carioca e do Curvelo, 16% do percurso original de 10 quilômetros. Na fase de testes não foi cobrada tarifa.

Foto: Setrans.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.