Ônibus intermunicipais continuarão a circular no Centro

Ao contrário do que publicamos na manhã desta terça-feira (19/02), no blog Estação Rio, os ônibus provenientes de Maricá, Niterói, São Gonçalo e Itaboraí não deixarão de circular pelo Centro do Rio. Segundo a Prefeitura informou, a decisão de restringir os pontos finais à Rodoviária Novo Rio e à Central do Brasil não alcançará as linhas intermunicipais neste momento. 

Ainda de acordo com o município, a primeira etapa de alterações envolvendo linhas de ônibus que passam pelo Centro para a implantação da Linha 3 do VLT contemplará as linhas que saem das Zonas Norte e Oeste da cidade. As linhas provenientes da Zona Sul sofrerão mudança em uma próxima fase. “As alterações nos itinerários destas linhas já estavam previstas desde o início da implantação do VLT, que está concluindo seu projeto original e estará totalmente estabelecido na cidade”, diz a nota da Secretaria Municipal de Transportes.

Nesta segunda-feira (18/02), o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Passageiros de Niterói a Arraial do Cabo (Sintronac) enviou um ofício ao município, solicitando que as linhas continuassem a circular pelo Centro. De acordo com o Sintronac, a interrupção do trânsito dos coletivos provocaria a demissão, em um primeiro momento, de pelo menos 1,2 mil rodoviários de 35 linhas intermunicipais, que transportam 204 mil passageiros. Atualmente, 525 veículos que partem de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá passam pelo Centro do Rio.

O prefeito Marcelo Crivella comunicou, há um mês (18/01), que vai suspender a circulação no Centro das linhas da Zona Oeste, depois as da Zona Sul e, mais à frente, as intermunicipais. O anúncio foi feito após Crivella fechar acordo com representantes do consórcio VLT para iniciar a operação da Linha 3. O objetivo da interrupção do trânsito dos coletivos é aumentar o número de passageiros do modal VLT.

De acordo com o contrato atual com o consórcio, o município é obrigado a cobrir o valor da passagem, diariamente, toda vez em que o VLT não atingir a marca de 260 mil passageiros. Atualmente, o movimento é de 80 mil passageiros por dia durante a semana e, se considerar o fim de semana, essa média cai para 60 mil passageiros por dia.

Foto: Divulgação/Prefeitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.