Fiscais removem e lacram 46 vans em vários bairros do Rio

Agentes da Coordenadoria Especial de Transporte Complementar (CETC) removeram 40 vans – 12 delas piratas – e lacraram outras seis durante ações realizadas em diversos bairros. As ações começaram na segunda-feira (17/02). Só nesta quarta-feira (20/02), foram removidos 14 veículos, sendo dois piratas. Ao todo, foram aplicadas 93 multas em três dias de fiscalização. Entre as irregularidades flagradas pelos fiscais estão utilitários sem licença, falta de selo de vistoria, vans em mau estado de conservação, sem placa de identificação do veículo, motorista usando celular ao volante e condução perigosa.

Entre as remoções, duas vans piratas foram retiradas de circulação por meio de denúncias encaminhadas à Central de Atendimento 1746. Uma delas informava detalhes de um veículo que circulava em Campo Grande de forma ilegal. Os agentes conseguiram localizar a van e, na abordagem, constataram que o motorista não possuía habilitação para dirigir, usando em seu lugar a numeração de outro modal cadastrado na Prefeitura.

As ações ocorreram nos bairros de Madureira, Coelho Neto, Colégio, Del Castilho, Inhaúma, Pavuna, Catete, Vigário Geral, São Conrado, Campo Grande, Bangu, Santa Cruz, Bonsucesso, Penha, Marechal Hermes, São Cristóvão e Rio Comprido. 

Segundo a Coordenadoria, o objetivo da ação é oferecer mais segurança na mobilidade dos usuários do transporte complementar, fiscalizar os serviços prestados por vans e kombis do sistema e reprimir o transporte ilegal realizado por vans piratas.

A CETC destaca a importância da população no registro de denúncias, que são anônimas, e podem ser realizadas por meio do número 1746, informando a placa, data, horário e local, auxiliando o direcionamento e planejamento das ações. 

Foto: Divulgação/Seop

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.