Após chuvas, 2 mortos em desabamento e vias bloqueadas

Ao menos duas pessoas morreram e sete ficaram feridas no desabamento de dois prédios de seis andares, nesta sexta-feira na favela da Muzema, no Itanhangá.  Equipes de seis quartéis do Corpo de Bombeiros estão no local em busca de mais vítimas. Segundo a corporação, há 17 desaparecidos e a área de isolamento foi ampliada porque outros dois prédios correm risco de cair. Por causa do desabamento, a Estrada de Jacarepaguá e a Av. Engenheiro Souza Filho, ambas na altura do Muzema e rio das Pedras estão interditadas.

Apesar de não chover desde esta quinta-feira (11/04) ainda há vias bloqueadas devido ao temporal que atingiu a cidade de segunda-feira a quarta-feira.  O Rio segue em estado de crise. A Av. Visconde de Albuquerque continua bloqueada, nos dois sentidos, a Ladeira do Leme, Rua Carlos Peixoto também segue interditada, atrás do Rio Sul, por causa de deslizamentos. Segundo o Centro de Operações Rio, quem puder, deve evitar trafegar por essas regiões.

A autoestrada Grajaú – Jacarepaguá opera com bloqueios parciais no sentido Grajaú, entre os km 1 e 2 e na altura do km 6,5. Também há bloqueios parciais em outras vias do Rio, devido a pontos de alagamento, como no Recreio dos Bandeirantes, Jardim Maravilha, Muzema e Barra da Tijuca. Há quedas de árvores em vias da Joá, Alto da Boa Vista, Rocinha e Gávea, entre outros. Na Zona Sul, no Jardim Botânico, há um afundamento de pista na Rua Lopes Quintas.

Foram liberadas ao tráfego na manhã desta sexta-feira (12/04) a Av. Niemeyer e o Alto da Boa Vista, em ambos os sentidos; e o Mergulhão Billy Blanco, Galeria Y, na altura do Hospital Lourenço Jorge .

Foto: Centro de Operações Rio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.