Reclamações de usuários geram fiscalização em ônibus

A equipe de fiscalização da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) realizou operação especial para atender as queixas dos passageiros das linhas 110; 301 e 302; 738, 821 e 822. Segundo eles, a frota em circulação estava abaixo do determinado e os veículos estavam em estado precário. Durante a ação fiscalizatória, nesta segunda-feira (06/05) na linha 110 (Rodoviária – Jardim de Alah), foram aplicadas sete multas por má conservação. As irregularidades encontradas foram lataria e janelas danificadas, bancos soltos e rasgados, veículos sujos, cigarras quebradas e falta ou inoperância de luz de lanterna. Além disto, foram emitidas três multas por falta de vistoria junto à Secretaria. Foi verificado que as linhas 301 (Rodoviária– Barra da Tijuca) e 302 (Rodoviária– Alvorada) circulavam com a frota determinada, porém, os carros não possuíam sistema de ar condicionado, o que acarretou na aplicação de cinco multas ao consórcio.

Nas linhas 821 e 822 (Corcundinha– Campo Grande), foram aplicadas oito multas: por falta de vistoria, operação abaixo da frota estabelecida e por má conservação. A queixa contra a linha 738 (Urucania – Marechal Hermes) foi por descumprimento de itinerário. Nos últimos meses, a 738 foi autuada 26 vezes por inoperância da frota. A linha seguirá sendo monitorada e fiscalizada a fim de que cumpra o serviço estabelecido.

Segundo a SMTR, a participação da população é fundamental no registro de denúncias envolvendo serviços prestados pelos transportes públicos para que as ações sejam direcionadas e as irregularidades, coibidas. A SMTR mantém monitoramento constante e realiza ações de fiscalização frequentes a fim de verificar as condições da frota operante e os serviços prestados pelos consórcios.

Foto: Divulgação/Prefeitura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.