Ônibus e vans que passam na Niemeyer mudam o trajeto

Com o fechamento da Av. Niemeyer, após decisão judicial, por risco de deslizamento de terra, a Secretaria Municipal de Transportes informou que as 13 linhas de ônibus municipais e uma linha de van, que passam pela via seguirão o trajeto pela Autoestrada Lagoa-Barra.

A CET-Rio e a Guarda Municipal reforçaram a operação nos principais corredores de tráfego da região, além de haver painéis de mensagens variáveis informando aos motoristas sobre rotas alternativas.

As linhas que seguirão pela Lagoa-Barra são:

Ônibus rodoviários (frescão)

2334 – Campo Grande x Castelo

2335 – Santa cruz x Castelo (via Barra da Tijuca)

2337 – Santa Cruz x Castelo (via Sepetiba)

2338 – Campo Grande x Castelo (via Estrada do Magarça)

2018 – Aeroporto Internacional do RJ x Alvorada

2020 – Península x Rodoviária

2329 – Recreio x Castelo (via Av. Lúcio Costa)

2333 – Recreio x Castelo (via Av. das Américas)

Ônibus convencionais

557 – Rio das Pedras x Copacabana (Circular)

104 – T4 – São Conrado x Rodoviária (Via Av. Nossa Senhora de Copacabana/Catete/Av. Francisco Bicalho)

109 – T9 – São Conrado x Central (Via Jardim Botânico/Túnel Santa Bárbara)

552 – Rio Sul x Alvorada (Via Av. Atlântica/Av. Niemeyer/Av. Lucio Costa)

554 – Rio Sul x Piabas (Via Av. Atlântica/Av. Niemeyer/Est. Benvindo Novaes)

VAN

L2102 – Parque da Cidade x Fashion Mall (via Gávea) – Circular

Rotas alternativas

A Avenida Niemeyer foi interditada nos dois sentidos por volta das 15h, após decisão judicial. A recomendação é que os motoristas utilizem rotas alternativas para a ligação Barra da Tijuca – Zona Sul/ Centro, como a Linha Amarela, Alto da Boa Vista e Grajaú-Jacarepaguá. A outra opção é utilizar o metrô. As linhas 1,2 e 4 operam normalmente.

A CET-Rio e Guarda Municipal reforçaram a operação nos principais corredores de tráfego da região, especialmente aqueles que poderão ser diretamente afetados, como a Rua Mário Ribeiro e a Av. Borges de Medeiros.

Com o fechamento dessa via, que liga São Conrado ao Leblon, por onde circulam em média 36 mil veículos por dia , segundo a CET-Rio, são esperados impactos no trânsito na região da Zona Sul, principalmente Leblon, Ipanema, Lagoa, Gávea, Jardim Botânico e São Conrado, além de reflexos significativos na saída da Barra da Tijuca pela Av. Armando Lombardi.

A Prefeitura do Rio disse que recorrerá da decisão da Justiça de interditar totalmente a via.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.