Em dia de protesto, transportes funcionam normalmente

Os transportes operam normalmente na manhã desta sexta-feira (14/06) em que foi convocada greve geral contra a reforma da Previdência e os cortes de verbas na Educação. A SuperVia informa que todos os ramais dos trens funcionam regularmente. Os corredores Transcarioca, Transoeste e Transolímpica, do BRT, e as linhas de ônibus seguem com a circulação normal. As linhas 1, 2, 4 e serviço de metrô na superfície operam sem problemas. As Barcas e as Linhas 1 e 2, do VLT mantêm a circulação normal.

De acordo com o Centro de Operações Rio, às 7h54m, o congestionamento na cidade era de 43 km, bem inferior ao das três sextas-feiras anteriores, que foi de 71 km. Às 8h22m, caiu para 35 km, enquanto as três sextas passadas registraram, em média, 60 km no mesmo horário.

Por volta das 8h20, diversos pontos da cidade tiveram concentração de manifestantes, que bloquearam vias, principalmente as que dão acesso ao Centro do Rio. Um dos principais locais de protesto foi a Avenida Brasil, na altura do Into, no Caju. Pouco depois das 7h30, houve uma confusão no local com PMs do Recom (Rondas Especiais e Controle de Multidões), que jogaram bombas de efeito moral para dispersar o grupo e tentar liberar o tráfego na região. O trecho foi desbloqueado pouco depois das 8h. Os manifestantes reclamaram da ação da polícia e disseram que não fecharam a via.

A concentração dos manifestantes no Caju fez com que a passagem da Ponte Rio-Niterói para a via expressa fosse fechado, com o desvio sendo feito pelo Viaduto do Gasômetro, além de  dificultar o acesso à Rodoviária Novo Rio. Por volta de 7h, de acordo com a Ecoponte, a travessia no sentido Rio da Ponte atingiu o pico de 1h15. Pouco depois das 9h, o tempo retornou ao tempo normal, que é de 13 minutos.

Além da Avenida Brasil, na altura do Into, houve bloqueios na Avenida Marquês do Paraná (na altura do Hospital Antônio Pedro), em Niterói; no Acesso da Avenida Brigadeiro Trompowski ao Fundão, Ilha do Governador, que ficou fechada por cerca de 20 minutos, depois de manifestantes colocarem fogo em barricadas; no Km 76 da BR-101 Norte, em Campos dos Goytacazes, que provocou um congestionamento de 4 quilômetros e foi liberado às 7h46; e no Km 113 da BR-040, na altura da Reduc, em Duque de Caxias, que foi desbloqueado às 8h06.

Foto: Centro de Operações Rio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.