Empresário é multado por lixo que causou acidente em Túnel

A Prefeitura multou um empresário em R$ 3 milhões por ser responsável por descartar toneladas de lixo que causaram a queda de parte do teto do Túnel Rafael Mascarenhas, principal via de ligação entre as zonas Sul e Oeste. O desabamento aconteceu em uma sexta-feira(17/05) e contribuiu para dar um nó no trânsito.

Segundo a Prefeitura, agentes da Secretaria Municipal do Meio Ambiente aplicaram a multa por terem encontrado diversos objetos no espaço irregular, como guaritas, pneus, geladeira, garrafas de vinho e móveis. Com as chuvas, cerca de 140 toneladas de lixo, misturados à lama, desceram pela encosta, atingindo o teto do túnel.

A perícia para determinar as causas do desabamento foi feita pela Geo-Rio, o órgão da Secretaria municipal de Infraestrutura, responsável pela fiscalização das encostas. No laudo, os técnicos chegaram à conclusão de que o deslizamento ocorreu devido à grande quantidade de entulho descartado de forma irregular no terreno da mansão, que fica bem próxima do túnel. “O acúmulo de lixo, que também obstruiu as estruturas de drenagem superficial existentes, levou a uma forte concentração de águas pluviais, causando, por sua vez, a mobilização de solo e lixo que impactou sobre a cobertura do túnel em trecho no sentido Gávea, ocasionando sua ruptura”, diz o relatório da Geo-Rio. O valor da multa foi calculado com base nas obras necessárias à recuperação da via.

O empresário, que despejou os resíduos, é morador de uma das áreas mais nobres da cidade, conhecida como Jardim Pernambuco, que fica próximo ao túnel. No dia da queda, um ônibus foi atingido, mas ninguém ficou ferido. Foto: Reprodução redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.