Transbrasil será inaugurado como corredor BRS

Depois de vários atrasos e interrupções, as obras do BRT Transbrasil tiveram um avanço importante neste fim de semana, com o içamento da estrutura do viaduto, que conecta a pista da Avenida Brasil à Avenida Rio de Janeiro, na altura do Caju. Segundo a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Habitação, a construção dos 39 quilômetros do TransBrasil, que vai ligar Deodoro à Rodoviária Novo Rio, tem previsão de término em dezembro deste ano. Entretanto a inauguração do corredor não será como estabelecido no projeto original. De acordo com a secretaria será no modelo BRS, com ônibus comuns, circulando em pista expressa exclusiva.

O traçado da Transbrasil até o Centro já foi definido. As faixas centrais da Avenida Rio de Janeiro e Rodrigues Alves serão segregadas do tráfego normal para receber os coletivos, também a partir de dezembro, de acordo com o planejamento da prefeitura. Da Rodrigues Alves, os ônibus passarão por ruas internas da Gamboa até chegar ao Terminal Américo Fontenelle pelo Túnel João Ricardo, atrás da Central.

Só depois da conclusão, no segundo semestre de 2020, dos terminais dos Trevos das Missões e das Margaridas é que a pista será readaptada para funcionar como sistema BRT. As estruturas – não previstas na licitação de 2014 – tem custo estimado em R$ 100 milhões, e são fundamentais para a operação do sistema, integrando o BRT com as linhas intermunicipais nos trevos das Margaridas (BR-016) e das Missões (BR-040). Como o contrato cobria só a construção do terminal de Deodoro, que vai operar integrado com o BRT Transolímpico, que se interliga com o corredor Transoeste, no Recreio, a Prefeitura decidiu esperar um pouco mais.

O corredor Transbrasil é uma das mais importantes obras de mobilidade urbana do Rio, com custo de R$ 1,4 bilhão, incluindo 19 estações e 20 passarelas ao longo do percurso.

Foto: Divulgação/Prefeitura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.