Vento derruba poste e árvores em vários bairros do Rio

O tempo começou a mudar no Rio por volta do meio-dia, com rajadas fortes de vento. Segundo o Centro de Operações Rio (COR), houve registro de queda de árvores na Rua Pacheco Leão, na altura do nº 1194, no Jardim Botânico, na Estrada das Paineiras, na altura do nº 700, no Cosme Velho, e na Rua Alves de Brito, na altura da Rua Conde de Bonfim, na Tijuca, que interditaram parcialmente as vias. O vento derrubou também uma árvore na Avenida Brasil, sentido Zona Oeste, na altura de Guadalupe, bloqueando uma faixa da pista lateral; e outra na Candelária, no Centro. A Rua Leopoldino de Oliveira, em Madureira, foi liberada após a remoção da árvore que caiu na altura da Av. Ministro Edgard Romero.

Por causa do vento, um poste caiu na Av. Vieira Souto com Rua Joaquim Nabuco, sentido Leblon. Uma faixa da via está interditada. O trânsito é intenso na região. Em Santo Cristo, uma faixa da Praça de Santo Cristo está interditada por devido ao tombamento de um poste de sinal de trânsito.

Segundo o Centro de Operações Rio (COR), às 13h, no Forte de Copacabana, o vento atingiu 81 km por hora e, no Aeroporto de Santa Cruz, 55,5 km por hora. Entre 11h e meio-dia houve registro de rajadas na Base Aérea do Campo dos Afonsos, 59,2 km por hora; Marambaia, 56,9 km por hora; e Vila Militar, 55,8 km por hora.

O Alerta Rio informa que a passagem de uma frente fria provocará pancadas de chuva fraca a moderada em pontos isolados, com chances de ventos acima de 76 km por hora, durante a tarde e a noite desta terça-feira (13/8). Há, ainda, aviso de ressaca, emitido pela Marinha do Brasil, com ondas de até 3 metros. A temperatura está em declínio.

Foto: Centro de Operações Rio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.