Quase metade das vans e kombis removidas, este ano, são piratas

Das 318 vans e kombis irregulares e piratas, retiradas de circulação, no período de 1º de julho a 10 de agosto deste ano, 128 realizavam o transporte pirata. Segundo a Coordenadoria Especial de Transporte Complementar, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Ordem Pública, o número equivale a 40% do total de veículos removidos pelos fiscais de transporte complementar.

Os bairros de Campo Grande, Santa Cruz, Bangu e Ilha do Governador são os campeões no ranking de remoções tanto de piratas quanto de irregulares no período.

Desde o início de 2019, os agentes já retiraram das ruas 483 veículos, que realizavam o transporte de passageiros sem autorização da Prefeitura.

Segundo a Coordenadoria, as operações ocorrem diariamente e seguem um cronograma elaborado com informações do setor de inteligência, denúncias encaminhadas pelo 1746 e parceria com órgãos públicos de segurança- polícias Militar e Civil-, intensificando a fiscalização em áreas sensíveis a fim de inibir todos os tipos de irregularidades, principalmente a atuação dos piratas.

A Coordenadoria destaca a importância da população no registro de denúncias, que são anônimas, e podem ser realizadas por meio da central 1746 em posse da placa, data, horário e local com o objetivo de auxiliar no planejamento das ações.

Foto: Divulgação Prefeitura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.