Empresas deverão fazer exames cardiológicos nos motoristas

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) aprovou, em segunda discussão, o projeto de lei 1.312/15, que obriga concessionárias de transporte público a realizar, anualmente, exames cardiológicos em seus condutores. Um médico especialista deverá examinar o funcionário e fazer uma declaração caso ele esteja apto ao trabalho. O texto ainda determina que as empresas terão de oferecer acesso ao banheiro e à água potável. Em caso de descumprimento, a concessionária poderá arcar com multa entre mil a cinco mil UFIR-RJ que, em reais, podem chegar a cerca de R$ 17 mil. Por ter recebido emendas, o projeto precisa ser aprovado em redação final.

A autoria da proposta aprovada nesta quarta-feira (28/08) é das deputadas Tia Ju (PRB) e Enfermeira Rejane (PCdoB), do deputado Carlos Macedo (PRB) e da ex-deputada Ana Paula Rechuan. “Como quem trabalha com a saúde, eu me preocupo com os condutores porque, volta e meia, temos conhecimento de pessoas que passam mal, sofrem com o calor e o estresse do trânsito. Como elas transportam a população por todo o estado, é importante que haja uma prevenção, um exame para controlar a saúde desses profissionais”, comentou a deputada Enfermeira Rejane (PCdoB).

Foto: Alerj

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.