Agetransp suspende mudanças anunciadas pela SuperVia

As mudanças anunciadas pela SuperVia nos ramais de Japeri, Deodoro, Santa Cruz e Belford Roxo foram suspensas, nesta terça-feira (24/09), pelo Conselho da Agência Reguladora de Serviços Públicos de Transporte do Estado do Rio (Agetransp). Com a decisão, a concessionária não poderá antecipar o horário de encerramento dos trens do ramal Deodoro para 21h, e de, a partir desse horário, fazer as composições de Santa Cruz e Japeri pararem em todas as estações do trajeto.

A concessionária terá que apresentar, para a agência, um estudo de impacto que as alterações podem provocar na operação dos ramais, como a redução na oferta de trens, maior duração no tempo das viagens e a qualidade do conforto dos passageiros.

Conforme o contrato da concessão, a Supervia informou à Agetransp sobre a mudança com antecedência mínima de 30 dias. Desde que foi informada, a agência iniciou o estudo técnico para avaliar o impacto e observar se estão sendo cumpridas todas as cláusulas do contrato de concessão.

As mudanças ocorreriam a partir de 1º de outubro, com o encerramento dos serviços do ramal Deodoro às 21h. Depois desse horário, os passageiros seriam direcionados para os trens dos ramais Japeri e Santa Cruz, que funcionariam como paradores. Em Belford Roxo, os passageiros passariam a ser atendidos pelos trens “semiexpressos” e paradores. No primeiro modo de operação, os trens não realizariam paradas, somente nas estações de Vila Rosali, Del Castilho e Jacarezinho, enquanto os paradores fariam paradas em todas as estações do ramal.

A SuperVia garantiu que não faria alterações nos intervalos dos trens nem reduziria a quantidade de lugares em cada viagem. Entretanto, a medida não agradou aos usuários.

Mobilização para barrar a mudança

Segundo o Movimento Meu Rio, rede de mobilização virtual, com a alteração, as composições ficariam ainda mais lotadas e os trajetos mais demorados, com 13 paradas a mais. Por isso, a entidade se mobiliza para barrar a mudança. A ação consiste em enviar e-mail, convidando as pessoas a assinarem petição para o presidente da concessionária, Antonio Carlos Sanches, com a mensagem: “Oi! Quero fazer parte da campanha para impedir que o ramal Deodoro seja encerrado mais cedo nos dias úteis”.

A ideia é coletar 5 mil assinaturas entre o dia 20 e o dia 30 de setembro. O Meu Rio explica ainda que está fazendo a coleta das assinaturas via WhatsApp, porque muitos passageiros não têm e-mail. As mensagens são enviadas através do endereço http://zapnossotrem.org/.  “Essa foi a forma mais justa que encontramos para incluir todas as pessoas, usuárias ou não do trem, em uma ação coletiva solidária como esta”, conclui.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.