Av. Paulo de Frontin será interditada para obras neste sábado

A Avenida Paulo de Frontin, sentido Rebouças, no trecho entre as ruas Santa Amélia e Haddock Lobo, será interditada a partir das 13h deste sábado (04/01), para dar continuidade às obras do coletor tronco Cidade Nova. A liberação do trecho bloqueado está prevista para meados de fevereiro.

Segundo a Secretaria de Estado do Ambiente, a intervenção tem como objetivo à reversão da degradação ambiental da Baía de Guanabara por meio do aumento da cobertura de coleta e tratamento dos esgotos na zona urbana.

A obra será executada em três etapas: Etapa I e Etapa II: Av. Paulo de Frontin, sentido Rebouças; Etapa III: Av. Paulo de Frontin, sentido Centro, Av. Francisco Bicalho, que será divulgada posteriormente.

Rotas alternativas e desvios

Os motoristas oriundos das avenidas Francisco Bicalho, Pres. Vargas e Radial Oeste que desejam seguir pela Av. Paulo de Frontin, sentido Rebouças, devem acessar a Rua Santa Amélia, seguir pela Rua do Matoso até a Rua Haddock Lobo e retornar à Av. Paulo de Frontin.

Para garantir a fluidez no trânsito, será proibido o estacionamento em toda a extensão da Rua Santa Amélia.

Quem vem da Cidade Nova com destino ao Jardim Botânico e Lagoa, deve seguir pela Rua Benedito Hipólito, Rua de Santana, Av. Pres. Vargas, e acessar o Elevado Engenheiro Freyssinet (Elevado Paulo de Frontin). Condutores que seguem para o Rio Comprido também poderão usar a Rua Dr. Lagden, Rua Itapiru, R. Azevedo Lima e Rua Campos da Paz.

Será implantada sinalização em todo o entorno da obra, com 10 painéis de mensagens variáveis, 20 placas e galhardetes, além de nove faixas que informarão sobre a interdição na Av. Paulo de Frontin, condições de trânsito e as rotas de desvio. Para informar e orientar moradores e comerciantes locais, serão distribuídos panfletos explicativos na região.

Segundo a CET-Rio, técnicos vão monitorar toda a área por meio de 42 câmeras no Centro de Operações Rio (COR) permitindo que sejam implantados ajustes na programação dos semáforos com o objetivo de garantir a fluidez do trânsito.  

A operação de trânsito contará com a participação de 60 homens por dia, entre controladores da CET-Rio, Guardas Municipais e apoiadores de tráfego.

A data de início da intervenção para janeiro foi escolhida devido ao período de férias, época em que ocorre, historicamente, uma redução de 19% do volume de tráfego na cidade.

Foto: Arte CET-Rio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.