Idosos farão prova de vida para manter gratuidade nos ônibus

Os passageiros da cidade do Rio, com 65 anos ou mais, que têm direito ao Cartão Sênior, terão que passar por um recenseamento anual. O procedimento deverá ser feito sempre no mês de aniversário do beneficiário. O Sindicato das Empresas de Ônibus da Cidade do Rio de Janeiro (Rio Ônibus), responsável por essa atualização cadastral, vai espalhar postos de atendimento pela cidade para o recenseamento. Os idosos deverão apresentar documento de identidade para fazer a prova de vida. Quem não comparecer até o último dia do seu mês de aniversário ainda terá a chance de se recadastrar em uma segunda chamada.

A necessidade de recenseamento está prevista na Resolução 3.232, da Secretaria municipal de Transportes (SMTR), publicada no Diário Oficial do Município da última sexta-feira (14/02). Em nota, a SMTR informou que os idosos passarão pela “prova de vida em razão do volumoso número de fraudes no benefício, o que a Secretaria de Transportes quer combater”. O órgão garantiu ainda que “o atendimento será rápido e sem burocracia, priorizando o bem-estar do idoso”.

Segundo o órgão, até então, os idosos (com 65 anos ou mais) não passavam pela prova de vida. O Rio Ônibus terá um prazo de 30 dias, a partir da data da publicação do decreto, para dar início ao recenseamento. Normas complementares sobre como será feito esse procedimento ainda deverão ser divulgadas pela Prefeitura. Todo o processo deverá ser acompanhado e fiscalizado por técnicos da Subsecretaria municipal de Transportes.

Foto: Divulgação

Um comentário em “Idosos farão prova de vida para manter gratuidade nos ônibus

  • 17 de fevereiro de 2020 em 16:53
    Permalink

    Boa tarde vcs vão criar posto pra fazer o cadastro

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.