Passageiros reclamam de aglomeração nos transportes

As pessoas que precisaram usar transportes públicos, no início da manhã desta quarta-feira (25/03), enfrentaram filas que ultrapassavam duas quadras na estação de trens de Duque de Caxias. Nas redes sociais, passageiros que conseguiram embarcar enviaram fotos de vagões e estações superlotados. “Trens lotados no ramal de Duque de Caxias já às 5h da manhã. Um absurdo como as pessoas não estão entendo a gravidade disso”, queixou-se a internauta. “Alô, Supervia cadê o trem pra Japeri? Estação Central está lotada às 7h30 da manhã. É dessa forma que vamos combater o Coronavírus? Me ajuda a te ajudar aí”, critica outro internauta.

Na estação Arariboia, das Barcas, internautas também criticaram a multidão para embarcar e reclamam que viajavam em pé. “Aglomeração de pessoas na estação das barcas, às 6h20 da manhã”, denuncia usuário nas redes sociais. “Sou médica e não consigo chegar no meu trabalho governador, as barcas estão lotadas!”, destaca outra usuária.

Começaram a valer desde a meia-noite desta quarta-feira (25/03), as mudanças na operação do BRT. O serviço é interrompido da meia-noite às 4h. O consórcio também fechou 27 estações, com baixa demanda, por tempo indeterminado, nos três corredores. Os passageiros reclamaram da alteração do funcionamento, na manhã desta quarta-feira, que segundo eles, afetou os intervalos entre os articulados.

Confira a lista de estações fechadas:

Corredor Transoeste: General Olímpio, Cajueiros, Vendas de Varanda, Embrapa, Dom Bosco, Recanto das Garças, Guiomar Novaes, Nova Barra, Benvindo de Novaes, Guignard, Gelson Fonseca, Golfe Olímpico, Américas Park, Bosque da Barra e Paulo Malta Rezende;

Corredor Transolímpica: Catedral do Recreio, Olof Palme e Minha Praia;

Corredor Transcarioca: Praça do Bandolim, Recanto das Palmeiras, André Rocha, Pinto Teles, Vila Queiroz, Marambaia, Vila Kosmos, Praça do Carmo e Ibiapina.

Lista completa de profissionais com passe livre

Desde o último sábado (21/03), há pontos de controle em estações do metrô, barcas e trens. Nos locais, a Polícia Militar realiza a triagem de usuários. Só podem embarcar trabalhadores em serviços essenciais – mediante a apresentação de documento de identidade profissional, carteira de trabalho ou crachá funcional – ou pacientes em tratamento de saúde com um acompanhante – que devem mostrar atestado médico, agendamento ou outro documento comprobatório da condição médica.

Confira: Servidores públicos (inclusive aqueles relacionados às Forças Armadas, bombeiro militar e agentes de segurança pública);Profissionais da saúde (inclusive individuais que prestem serviços de atendimento domiciliar, menos os serviços de natureza estética);Funcionários de bares, restaurantes e lanchonetes; Empregados de farmácias e drogarias; Trabalhadores de pet-shops e veterinárias; Revendedores de água e gás; Profissionais do setor de serviços, como transporte e logística, limpeza e manutenção; Porteiros e vigilantes; Garis; Profissionais da imprensa e de telecomunicações; Agentes funerários; Frentistas; Funcionários das indústrias de alimentos, farmacêutica, higiene e limpeza; Bancários; Funcionários da indústria metal-mecânica; Cuidadores de idosos; e Operadores de telemarketing.

Os cuidadores de idosos, que não tiverem como comprovar a atividade, podem baixar o formulário disponível no portal do governo do estado, este deve ser preenchido por um membro da família do idoso, que se responsabilize pela veracidade das informações. Depois, o arquivo deve ser salvo e enviado, juntamente com a cópia da identidade do empregador, por WhatsApp ou por e-mail, para o profissional que presta o serviço.

Pontos de bloqueio

Metrô

No metrô, há bloqueios nas estações Pavuna, Eng. Rubens Paiva e Acari. Os seguintes acessos da Linha 1 estão fechados: General Osório – acesso Complexo Rubem Braga; Siqueira Campos – acesso Figueiredo Magalhães; Botafogo – acessos Muniz Barreto / São Clemente (praia) / Nelson Mandela / Mena Barreto; Flamengo – acesso Praia de Botafogo; Catete – acesso Rua Silveira Martins; Glória – acesso Outeiro da Glória; Cinelândia – acessos Rio Branco / Pedro Lessa / Presidente Wilson / Santa Luzia; Carioca – acessos Av. Chile – Petrobrás (fecha às 15h) / Convento de Santo Antônio; Uruguaiana – acessos R. Uruguaiana (fecha às 20h) / Senhor dos Passos / Alfândega; Central – acessos Terminal Rodoviário (fecha às 20h) / Min. do Exército (fecha às 14h) / Praça da República (fecha às 14h); Praça Onze – acesso Marquês de Sapucaí;  Estácio – acesso Paulo de Frontin; Saens Peña – acessos Carlos de Vasconcelos / Heitor Beltrão/ Major Ávila; Uruguai – acessos R. José Higino / R. Conde de Bonfim.

Os acessos fechados na Linha 2 são: São Cristovão – acesso Praça da Bandeira; Maracanã – acesso Supervia. Na Linha 4, estão bloqueados os acessos de São Conrado – acesso Estrada da Gávea; Jardim de Alah – acesso R. Almirante Pereira Guimarães.

Supervia

As estações da Supervia com controle de acesso são: Ramal Japeri:Nilópolis (somente o mezanino do calçadão estará em funcionamento); Edson Passos; Mesquita; Nova Iguaçu; Comendador Soares; Austin; Queimados; Engenheiro Pedreira; Japeri (somente o mezanino próximo ao bicicletário estará em funcionamento.

Ramal Belford Roxo: Pavuna/São João de Meriti (somente o mezanino Pavuna estará em funcionamento); Belford Roxo

Ramal Saracuruna: Duque de Caxias; Corte Oito (reaberta com controle de acesso a partir de segunda-feira, 23/03); Gramacho; Saracuruna (somente acessos em nível estarão em funcionamento).

Estações da Supervia vão funcionar: Ramal Japeri: Olinda e Presidente Juscelino; Extensão Paracambi: Paracambi e Lages; Ramal Belford Roxo: Vila Rosali, Agostinho Porto e Coelho da Rocha; Ramal Saracuruna: Campos Elíseos e Jardim Primavera.

Ponte Rio-Niterói

 A concessionária Ecoponte informa que decreto do governo do estado restringe tráfego nas vias de acesso à capital, inclusive para a Ponte Rio-Niterói. Restrição é válida para ônibus, vans, táxis e veículos de aplicativos.

Trânsito

A gratuidade nos transportes públicos para os alunos do ensino médio e fundamental das escolas públicas municipais foi suspensa.

Motoristas de transportes coletivos flagrados transportando passageiros em pé poderão ser detidos por desobediência. É obrigatória a desinfecção interna diária dos veículos que fazem transporte público de passageiros, antes do início da operação, conforme a Resolução 3243, dos veículos que fazem transporte público de passageiros. Intensificadas As ações de fiscalização da higienização dos ônibus foi intensificada.

O pagamento de taxas para taxistas está suspenso por 60 dias.

Foi suspenso o fechamento dos túneis da cidade para serviços de manutenções rotineiras.

A Secretaria Municipal de Transportes suspendeu as restrições aos veículos de carga. Desde sexta-feira (20/03), caminhões não têm mais limitações pra circular. Foram suspensas também as áreas de proteção para ciclistas e de áreas de lazer.

Queda no número de passageiros

A SuperVia informou que nesta terça-feira (24/03) registrou redução de 146 mil passageiros no sistema ferroviário, do início da operação desta terça-feira até as 9h, o que corresponde a uma queda de 69,8% no movimento, em comparação a uma terça-feira comum. Segundo a concessionária, desde o dia 16, mais de 2 milhões de passageiros deixaram de usar o modal.

As barcas tiveram redução de 66% na demanda em relação à média das terças-feiras. A concessionária disse ainda que as embarcações estão transportando apenas passageiros. sentados.

As três linhas do metrô continuam com todas as estações abertas. Em função das restrições de mobilidade e da suspensão de diversos serviços na cidade, o MetrôRio registrou redução de 84% no fluxo de passageiros nesta segunda-feira, comparado a uma segunda-feira regular.

Recomendações

Fique em casa, se puder; lave as mãos; evite aglomerações; reforçe os hábitos de higiene, principalmente em objetos pessoais, como celular, óculos, etc.

Tem dúvida sobre o coronavírus? A Secretaria Municipal de Saúde preparou uma cartilha com diversas informações sobre a doença. No material, você pode esclarecer suas questões sobre a Covid-19. Faça o download da cartilha aqui.

Foto: Reprodução redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.