Niterói adota medidas de isolamento social mais rígidas

A Prefeitura de Niterói ampliou as medidas de restrição da circulação nos acessos da cidade com municípios vizinhos, como medida de combate ao coronavírus. Desde esta segunda-feira (11/05) até a próxima sexta (15/05) será intensificada a fiscalização nas áreas e vias públicas e nos estabelecimentos. Pessoas que estejam nas ruas, praias e praças públicas, com exceção para casos de deslocamento por força de trabalho, ida aos serviços essenciais poderão ser receber multas no valor de R$ 180. Dez pessoas foram multadas até esta terça-feira (12/05) por descumprirem as normas. O valor dobra em caso de reincidência.

De acordo com a prefeitura, centenas de pessoas foram testadas nas barreiras, nesta segunda-feira, e três motoristas de ônibus foram encaminhados ao Hospital Municipal Carlos Tortelly por apresentarem febre. O secretário municipal de Ordem Pública, Paulo Henrique de Moraes, informou que passageiros de coletivos também passarão pela medição de temperatura a partir da próxima quarta-feira (13/05).

Serviços essenciais e regras de deslocamento

Estão autorizados a funcionar os supermercados e mercados, padarias (sem lanchonetes), postos de combustíveis, farmácias e petshops. Os serviços de delivery seguem funcionando. O deslocamento nas ruas só está permitido no caminho e retorno do trabalho (com apresentação do crachá ou carteira profissional, por exemplo), idas a serviços de saúde ou farmácias e para compra de alimentos e outros itens essenciais. Estão também liberados os que estiverem a caminho de estabelecimentos autorizados a funcionar.

Os estabelecimentos comerciais também terão regras para abrir as portas, como ter um fiscal de desaglomeração para organizar filas dentro e fora das lojas. Os supermercados, farmácias e padarias, entre outros, terão que disponibilizar álcool 70% para os clientes, fazer a marcação de filas com distanciamento de 1,5 m entre as pessoas e limitar o acesso dos fregueses. Todos os funcionários e clientes serão obrigados a usar máscaras.

Em caso de descumprimento das regras, as multas variam de R$ 649,64 a R$ 3.248,20 (em caso de reincidência), e o estabelecimento pode ser fechado. A fiscalização e aplicação das penalidades ficará a cargo dos agentes da Guarda Municipal. Os valores recolhidos serão destinados para o Fundo Municipal de Saúde, e o dinheiro será investido em leitos públicos de pacientes graves do novo coronavírus.

Em São Gonçalo, mesmo com o calçadão de Alcântara interditado com grades, a movimentação ainda era intensa em outros pontos do bairro. No município, medidas de lockdown parcial também começaram a valer nesta segunda-feira.

Estabelecimentos não-essenciais serão obrigados a fechar, e a permanência da população em vias públicas está proibida, mas não há multa. Quem descumprir as determinações será levado à delegacia e poderá responder, segundo a prefeitura, pelos crimes de desobediência e infração de medida sanitária preventiva.

Foto: Reprodução redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.