Escolas poderão reabrir em julho e consultas médicas estão liberadas

A prefeitura do Rio estendeu a suspensão das aulas na rede municipal até o início de julho, mas autorizou as unidades de saúde a retomar consultas e exames ambulatoriais com agendamento. Consultórios, clínicas médicas, odontológicas, de fisioterapia, clínicas de imagem e similares estão autorizados a abrir, desde terça-feira (02/06). As consultas e exames devem ser feitos com agendamento, com exceção para os casos de emergência. O acesso de acompanhantes também foi reduzido para apenas os casos previstos em lei, com é o caso de menores.

Essas e outras medidas foram publicadas em um decreto na terça-feira (02/06) que prevê a retomada gradual de serviços e do comércio na cidade. Segundo o decreto, as escolas devem funcionar em sistema de rodízio e sem aglomeração de pessoas. Uso de máscara continua sendo obrigatório na flexibilização.

O plano da prefeitura foi dividido em seis fases, com previsão de duração de 15 dias cada, caso a curva de contaminações e mortes por Covid-19 se mantenha estável. O prazo poderá ser revisto dependendo da evolução desses números, segundo a prefeitura. A primeira fase começou na terça.

Em relação à educação, as medidas começam a valer em julho e foram divididas em 4 etapas. A previsão é reabrir, em 17 de julho, creches municipais e privadas abertas para crianças a partir de 2 anos, mediante a comprovação de que os pais estejam trabalhando, além de escolas municipais e privadas, para as turmas de 1º, 2º, 5º e 9º anos do ensino fundamental, 3º ano do ensino médio e pré-vestibular.

Np início de agosto, está prevista a abertura das creches municipais e privadas; pré-escolas municipais e privadas; e escolas municipais e privadas abertas para as turmas de 1º, 2º, 3º, 4º, 5º e 9º anos.

Em 16 de agosto é a vez de creches, pré-escolas, escolas municipais e privadas (ensinos fundamental e médio); universidades e Faculdades, em sistema de rodízio, juntamente com o Ensino a Distância (EAD); Cursos e atividades extra curriculares e complementares, como idiomas, música e dança.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.