Cinco mil motoristas de táxis serão testados para o coronavírus

A Prefeitura fará a coleta do material para o exame em sistema drive-thru no espaço do Sambódromo da Maquês de Sapucaí de cinco mil taxistas. A expectativa é concluir a testagem dos motoristas em dez dias.


Segundo a prefeitura, serão priorizados os taxistas que realizaram o maior número de viagens por meio do aplicativo TáxiRio no período de abril e maio, e, que, por essa razão, tiveram maior exposição ao vírus.
Com o sistema drive-thru, o taxista não precisará desembarcar do veículo para a coleta de material, evitando aglomerações e contatos com outros profissionais, sem necessidade. O resultado do teste será enviado por meio de mensagem de texto no celular.


Em nota, a Prefeitura informou que já realizou por meio da Secretaria municipal de Saúde (SMS), coleta de 30.050 exames de swab (haste flexível de algodão estéril, que serve a análises microbiológicas com a finalidade de estudos clínicos ou pesquisa) para testes do tipo PCR e 4.400 testes rápidos em pacientes internados, profissionais de saúde, profissionais de segurança, idosos de instituições de longa permanência (asilos), pessoas que trabalham nessas instituições e pessoas com doenças crônicas, maiores de 60 anos.


Ainda de acordo com a prefeitura, a SMS realizou, em parceria com o Ibope, a testagem de 3.200 moradores das comunidades Maré, Rocinha, Cidade de Deus e Rio das Pedras, além dos bairros de Campo Grande e Realengo. O trabalho de campo foi feito pelas equipes de Saúde da Família que atuam nesses territórios, segundo o boletim. Atualmente, a ação, que tem parecer aprovado pela Plataforma Brasil, está em fase de análise de resultados para traçar o perfil da doença nessas regiões.


Foto: Reprodução redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.