Reformada há um mês, estação Vaz Lobo é alvo de vândalos

Bandidos furtaram, nesta segunda-feira (28/09), cabos elétricos da estação Vaz Lobo do BRT Transcarioca. Os criminosos levaram 110 metros de fiação da iluminação externa e 16 metros de LED azul usados na iluminação interna. A estação foi a quarta a ser alvo de criminosos em dois dias.

O crime aconteceu apenas um mês e meio após a estação ter sido reformada, a primeira do corredor a passar por obras. Segundo o BRT, a equipe de infraestrutura do consórcio trabalhou durante essa madrugada para que não houvesse prejuízo aos passageiros.

Também nesta madrugada, a estação Merck, na Taquara, teve os cabos furtados.

Vandalismo no fim de semana

As estações Curicica, RioCentro e Parque Olímpico foram alvo de criminosos no fim de semana. Os bandidos quebraram vidros, danificaram o circuito de portas e furtaram um total de 190 metros de cabos elétricos.

A estação Curicica, no Transcarioca, teve o vidro da saída da emergência completamente depredado. Já as estações RioCentro e Parque Olímpico, no corredor Transolímpica, tiveram 40 e 150 metros de cabos furtados, respectivamente. Os circuitos das portas de ambas foram danificados. A estação Parque Olímpico ainda teve uma condensadora roubada.

Mais de 30 estações fechadas

Desde abril, segundo o consórcio, cerca de 100 estações foram vandalizadas e/ou furtadas. Atualmente, o BRT Rio tem um total de 34 estações fechadas por causa desses tipos de crimes. As que foram fechadas em razão da pandemia também acabaram sendo depredadas e não apresentam condições para a reabertura.

O BRT informa ainda que já foram recuperadas ou reformadas 22 estações. As próximas a serem reabertas serão Vila Queiroz, Santa Luzia e Bosque da Barra.

“Lembramos que as estações são um patrimônio público e a fiscalização das mesmas cabe aos órgãos com poder de polícia, como a PM, com a qual o BRT Rio mantém convênio através do Proeis, e a Guarda Municipal”, destaca, em nota, o consórcio. De março até agora, agentes do Proeis fizeram 59 detenções.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.