Deputado cobra transparência nos reajustes dos trens

O deputado Eliomar Coelho (PSOL) solicitou à Comissão de Transportes da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) a realização de uma audiência pública sobre os reajustes das tarifas de trens e metrô. “Nosso mandato entrou com representação no Ministério Público Estadual (MP-RJ) e enviou ofício ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ), solicitando o acompanhamento desses processos, que geraram os aumentos das passagens de trem e metrô, pelo índice IGP-M”, explicou o deputado.

O parlamentar critica também a falta de transparência na concessão dos reajustes. A nova tarifa dos trens, por exemplo, passou de R$ 4,70 para R$ 5. O valor inicial proposto pela concessionária era de 5,90, mas a SuperVia e o governo do estado chegaram a um acordo, o que reduziu o valor inicial. “O aumento entrou em vigor, mas o estado não divulgou as condições do acordo firmado, qual o objeto do acordo (se diz respeito apenas sobre o reajuste tarifário ou se foi aplicada, no lugar, uma revisão extraordinária do contrato), nem se houve mudança efetiva no índice de correção do período ou não, no caso de ter sido colocado em prática apenas o reajuste anual tarifário”, disse.

Eliomar quer esclarecimentos sobre a forma como essa negociação foi realizada. “Os empresários de transporte estão usando o período de reajuste, se apoiando nesse índice (IGP-M) abusivo e absurdo, para pressionar por uma revisão do contrato e compensação financeira pelo estado”, alerta Eliomar Coelho.

De acordo com o parlamentar, o aumento da passagem do metrô, que atualmente custa R$ 5 e passaria a R$ 6,30 também tem de ser discutido na Alerj, já que o governo disse, em nota, que fará acordo com a concessionária para diminuir o esse valor. “Esse aumento é totalmente incompatível com a realidade econômica das pessoas e do governo. Um total absurdo, chega a ser imoral. Não aceitaremos esses reajustes abusivos’, afirma.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.