Comissão da Alerj quer reajuste menor nas passagens

A Comissão de Transportes da Alerj está acompanhando de perto as negociações entre o Governo do Estado e a concessionária Supervia para a redução do reajuste na passagem dos trens. A tarifa fixada em R$ 7,00, entrará em vigor a partir de 2 de fevereiro. O aumento é considerado abusivo pelos deputados. Outro reajuste na mira da Comissão é o das barcas da travessia Rio-Niterói. A tarifa deve saltar de R$ 6,90 para R$ 7,70, a partir do dia 12 de fevereiro.

Para o presidente da Comissão de Transportes da Alerj, deputado Dionísio Lins (Progressista), é inadmissível um reajuste nas passagens nesse momento. De acordo com o parlamentar para que isso ocorresse, seria necessário no mínimo que os usuários recebessem qualidade no serviço oferecido, o que não ocorre. “Vamos entrar com uma representação no Ministério Público, solicitando o cancelamento ou redução desse reajuste e um ajuste de conduta entre a empresa, concessionária e o Governo do Estado”, explicou Dionísio Lins.

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.