Rodoviários afirmam não haver segurança nos articulados do BRT

O incidente ocorrido na manhã desta terça-feira (20/09) em que um passageiro que viajava apoiado na porta de um articulado do BRT acabou caindo na pista preocupa a direção do Sindicato dos Rodoviários.  De acordo com o Sindicato, a ocorrência afeta não só a segurança dos que utilizam o serviço, mas principalmente a dos motoristas que acabam sendo responsabilizados e sofrendo agressões por parte dos usuários. O presidente da entidade, Sebastião José afirma que esse não é o primeiro e nem será o último incidente.

“É grande o número de reclamações que o sindicato recebe de motoristas no que diz respeito a falta de segurança nas estações e dentro dos coletivos. Não adianta a prefeitura dizer que os ônibus só devem sair das plataformas com as portas fechadas. Não existe uma orientação de agentes nas plataformas organizando filas e orientando o número de passageiros em cada composição. Se o motorista não segue viagem  alegando que as portas estão abertas, ele é ameaçado e até agredido. É preciso que a prefeitura tome uma atitude enérgica e rigorosa para evitar que situações como essas continuem ocorrendo”,  disse.

Sebastião ressalta que a frota sucateada e a falta de manutenção dos articulados, com certeza, colaboram, e muito, para os vários incidentes que temos presenciado nos últimos meses, como ônibus parados nas garagens, usuários que se acidentam, rodas que se soltam durante a viagem e o uso de peças retiradas de outros veículos para serem reaproveitadas. “Quem acaba pagando essa conta são os profissionais da categoria e os usuários, que ficam sem um transporte digno para cumprir seus compromissos”, explicou.

Foto: Reprodução de TV

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.