Linha de ônibus ligando a Ilha a Copacabana gera críticas

A inauguração da linha LECD32, que faz o trajeto Bancários – Prado Júnior (via Linha Vermelha e Túnel Marcello Alencar), foi motivo de comemoração para os moradores da Ilha do Governador, que não tinham ligação direta com Copacabana. Entretanto, alguns moradores do Leme foram para as redes sociais registrar sua preocupação com o aumento do movimento nas ruas do bairro e na praia. Os moradores da Zona Norte não deixaram barato, e criticaram com bom humor os que desaprovaram a criação da linha. A matéria é do jornal O dia.

“E o desejo da população do Leme? Não foi levado em consideração?”, questionou uma internauta da Zona Sul, no Twitter. “Em fins de semana de sol e no verão, não conseguimos nem usar o carro tamanho o trânsito. Temos de nos mobilizar para que isso não aconteça”, postou outro morador.

Criada a rixa, a revanche veio a jato. “Então, não venham aqui pegar avião para viajar. Se virem!”, publicou um morador da Ilha, referindo-se ao Aeroporto do Galeão, localizado no bairro. “Vou chegar com minha plaquinha ‘Praia não tem dono'”, disparou outra insulana.

 O historiador Vitor Almeida, criador da página ‘Suburbano da Depressão’, defendeu sua ‘classe’: “Todos são contribuintes no mesmo município, mas há esse preconceito da Zona Sul, que ainda se entende uma elite econômica, com os subúrbios. As cidades rumam à integração e nós continuamos perpetuando um ranço do passado”, comentou. “A polarização entre Zona Sul e Zona Norte começou antes da existência da Zona Oeste, tanto que já foi motivo de filmes, como ‘Rio, 40 Graus’ (1955) e ‘Rio, Zona Norte’ (1957)”, lembrou o sociólogo Paulo Baía.

Fonte: jornal O Dia

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.