Empresa de ônibus da Baixada demite 300 funcionários

A Transportes Flores, empresa com sede em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, demitiu 300 funcionários, na quarta-feira e quinta-feira. Os profissionais demitidos terão que recorrer à Justiça para receber a rescisão.

O comunicado sobre o desligamento aconteceu em reunião com os trabalhadores. Segundo os demitidos, a empresa informou ainda que o pagamento das rescisões será efetuado de forma parcelada em acordos individuais na Justiça.

Nas redes sociais, os diretores do Sindicato dos Rodoviários de Nova Iguaçu e Região informaram que foram para a porta da empresa orientar e garantir que os direitos de todos sejam respeitados. “Sabemos que o momento é difícil e de crise, mas os direitos do trabalhador ninguém pode tirar”, comentaram no Facebook.

Na terça-feira (01/09), a Auto Viação Jabour, que atua na Zona Oeste demitiu mais de 250 rodoviários. De acordo com o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Sebastião José, a empresa propôs fazer o pagamento dos atrasados em quinze parcelas, o que foi recusado pela categoria.

Nota da empresa Flores

A Transporte Flores informou que “todos os 300 funcionários desligados receberão ticket alimentação até dezembro”, e também garantiu os benefícios do FGTS e do seguro-desemprego. Veja a íntegra da nota:

“A Transportes Flores informa que todos os 300 funcionários desligados receberão ticket alimentação até dezembro. O saque do FGTS e o auxílio desemprego também estão garantidos.

O pagamento das rescisões será efetuado de forma parcelada em acordos individuais na Justiça. A medida é necessária para que a empresa possa continuar prestando seus serviços em meio à crise econômica que atinge o setor, agravada pela pandemia.

A Flores se solidariza com os trabalhadores e espera que o setor se recupere em breve da grave situação econômica vivida atualmente.

Nos últimos cinco anos, 15 empresas de ônibus fecharam no Rio de Janeiro, como resultado de redução das tarifas e de passageiros neste período”.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.