Prefeitura prorroga medidas restritivas até o dia 28 de junho

A Prefeitura prorrogou as medidas sanitárias de contenção do coronavírus até o dia 28 de junho. O município permaneceu em alerta no combate à pandemia de Covid-19 e manteve a classificação de alto risco. A decisão foi comunicada durante a divulgação do 23º Boletim Epidemiológico, no Centro de Operações Rio (COR), na manhã desta sexta-feira (11/06).

Paes voltou a apelar para que os cariocas respeitem as regras e se cuidem. “A situação não está sob controle. Vivemos uma pandemia, temos muita gente internada e contraindo a doença, então os cuidados mínimos devem continuar sendo tomados, entre eles destaco o uso da máscara. Estamos chegando lá, não vamos esmorecer”, disse o prefeito.

Confira as regras de funcionamento

Bares, lanchonetes, restaurantes, quiosques da orla e congêneres continuam com permissão para o consumo apenas para clientes sentados, com distanciamento mínimo de um metro e meio entre cada conjunto composto por mesa e cadeiras limitado a oito ocupantes, sendo admitida música ao vivo sem restrição de horário.

Já as academias de ginástica, piscinas, centros de treinamento e condicionamento físico podem ter aulas em grupos, com a ocupação dos ambientes limitada a um indivíduo a cada quatro metros quadrados.

Casas de espetáculo, concertos e apresentações podem funcionar, desde que mantenham distanciamento mínimo de 1,5 metro entre os participantes, com capacidade de lotação máxima de 40% em locais fechados e 60% em locais abertos, somente com público sentado.

As mesmas regras valem para atividades comerciais e de prestação de serviços localizadas no interior de shopping centers, centros comerciais e galerias de lojas, bem como as atividades de museu, biblioteca, cinema, teatro, casa de festa, salão de jogos, circo, recreação infantil, parque de diversões, temáticos e aquáticos, pista de patinação, entretenimento, visitações turísticas, aquários, jardim zoológico, apresentações, drive-in, feiras e congressos, exposições e eventos autorizados.

Em todas essas ocasiões, a formação de filas de espera e de aglomerações na entrada e saída é proibida.

Rodas de samba estão liberadas, mas continuam suspensos o funcionamento de boates, danceterias e salões de dança; a realização de eventos, como festas com vendas de ingresso, em áreas públicas e particulares.

A fiscalização das indicações do decreto, que prorrogou as medidas restritivas será feita pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (SEOP), a Guarda Municipal e o Instituto Municipal de Vigilância Sanitária, Vigilância de Zoonoses e de Inspeção Agropecuária (IVISA-Rio) da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Foto: divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.