Três túneis do Rio passarão por reformas a partir do mês de abril

As reformas no túnel Rebouças, inaugurado em 1967, e os túneis Rafael Mascarenhas e Zuzu Angel estão previstas para começar em abril. A Prefeitura estima que a recuperação estrutural dos três vai custar cerca de R$ 119 milhões e devem durar um ano no Rafael Mascarenhas e Zuzu Angel, e 18 meses (Rebouças).

As licitações para a reforma estão marcadas para fevereiro e as empresas vencedoras irão participar do planejamento de trânsito durante o período de execução das obras.

As intervenções incluem recapeamento das pistas, faxina geral nas paredes e nas abóbadas, impermeabilização, instalação de placas de concreto claras (revestida com película que dificulta pichações), além de uma nova sinalização.

“É a maior intervenção já feita no Rebouças desde a sua inauguração. A estimativa da obra é de R$ 77 milhões. Ele precisa passar por uma recuperação estrutural. Será feito um novo processo de impermeabilização, mesmo não havendo risco imediato para a estrutura. Isso pode ser observado pela quantidade de infiltrações existentes”, disse o secretário municipal de Infraestrutura, Jorge Arraes.

Os outros R$ 42 milhões serão investidos nos túneis Rafael Mascarenhas e Zuzu Angel.

“Vamos fazer ainda intervenções para modernizar os três túneis. As laterais serão revestidas de placas de concreto claras, com película que dificulta pichações, semelhantes a que temos no túnel Marcello Alencar, na Zona Portuária, melhorando ainda mais a visibilidade. Teremos também novas sinalizações, inclusive com a instalação de olhos de gato na divisão das faixas”,– acrescentou o secretário.

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.