Comissão da Alerj cobra explicações sobre GPS em vans

A falta de controle pelos órgãos responsáveis em fazer a fiscalização através dos GPSs das vans legalizadas na cidade do Rio, chamou a atenção do presidente da Comissão de Transportes da Assembleia Legislativa, deputado Dionísio Lins(Progressista). Diante disso, ele vai solicitar à Secretaria Municipal de Transportes e a Secretaria de Ordem Pública (Seop), que fazem esse controle, que encaminhem informações para a Comissão.

O parlamentar quer saber o número total de vans que hoje utilizam esse equipamento, o nome da empresa responsável pela instalação dos GPSs, a cópia do contrato e a data da última aferição realizada nos veículos. Por ser um equipamento de controle, existe a necessidade de uma aferição pelo menos anual, assim como os taxímetros e pardais de velocidade.

Dionísio Lins quer entender ainda por que só no último dia 6 os GPSs começaram a ser usados pela SEOP já que as vans rodam com o equipamento desde 2013, quando os validadores foram instalados.

“Creio que seja de suma importância que a população usuária saiba com clareza o verdadeiro trajeto que essas vans irão percorrer. O que não pode acontecer é você pegar um veículo desses para chegar ao seu destino rapidamente, e no meio do caminho o motorista seguir outra rota com a finalidade de transportar mais passageiros. Isso é um absurdo” criticou Dionísio.

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.