Setrans e UFRJ preparam edital de concessão das barcas

O secretário de Estado de Transportes, Andre Nahass, e o subsecretário de Logística,  Carlos Henrique Vaz, receberam o plano de trabalho da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), instituição responsável pela elaboração da nova modelagem do sistema aquaviário. Esse é o primeiro produto do cronograma de execução do novo edital de concessão das barcas.

A próxima entrega será um relatório diagnóstico composto pelo mapeamento técnico do estudo. Entre outros aspectos, a UFRJ também deverá apontar em seus estudos a viabilidade técnica, econômica, financeira e ambiental de novas linhas aquaviárias.

De acordo com a Setrans, o primeiro documento é fruto do alinhamento já desenvolvido junto à UFRJ, considerando, entre outros aspectos, as diretrizes estratégicas da Setrans para o desenvolvimento dos estudos, a condução das atividades técnicas e a elaboração dos produtos necessários à nova modelagem.

Além de apresentar um estudo técnico-científico sobre a operação das linhas atuais (Praça Arariboia-Praça XV; Charitas -Praça XV; Cocotá-Praça XV e Paquetá-Praça XV), o novo modelo de concessão tem como foco a garantia de eficiência e a manutenção do equilíbrio econômico contratual.

“Estamos trabalhando com profissionais de excelência para cumprir todos os trâmites e prazos necessários e garantir a manutenção da prestação do serviço de barcas para a população. É extremamente importante tranquilizar os usuários e deixar claro que a Secretaria de Estado de Transportes não considera qualquer perspectiva de interrupção do serviço”,  destacou o secretário, diante da perspectiva de encerramento da atual concessão, em fevereiro de 2023.

Como parte do trabalho, será feita a busca de subsídios, através de reuniões e audiências públicas com diversos atores, incluindo prefeituras, parlamentares estaduais e municipais, órgãos de controle externo, representantes da sociedade (associações de moradores e ONGs) e agentes de desenvolvimento econômico.

Foto: Divulgação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.