Veja as mudanças na Av Brasil para obras do Terminal Gentileza

As interdições no acesso da Avenida Brasil para a Avenida Francisco Bicalho começam na próxima sexta-feira (16/09), às 22h, e causarão alterações no tráfego da região, em especial de linhas de ônibus. As mudanças na via vão ocorrer para viabilizar as obras do Terminal Intermodal Gentileza, um projeto que pretende integrar VLT, ônibus e o BRT, com previsão para ser entregue no final de 2023. As principais mudanças nas rotas foram anunciadas pela prefeitura nesta quarta-feira.

A interdição será no trecho que liga a parte de baixo da Avenida Brasil com a Avenida Francisco Bicalho. De acordo com a prefeitura, a rota alternativa para esse caminho serão as Rua Santos Lima, Rua Benedito Otoni, Rua São Cristóvão e Rua Pedro II.

De acordo com o presidente da CET-Rio, Joaquim Dinis, essa rota basicamente vai ser efetuada pelos ônibus. Os carros normalmente já seguem pelo Viaduto do Gasômetro e descem direto na Avenida Francisco Bicalho.

Por conta das interdições na Avenida Francisco Bicalho, a prefeitura recomendou que os motoristas utilizem rotas alternativas:

“Uma grande preocupação nossa e essa é uma grande alteração é quem está na pista junto ao Into, que perde o acesso a Francisco Bicalho. Então, quem está (na pista) do Into e quer pegar a Francisco Bicalho, a partir da noite de sexta-feira, não terá mais esse acesso”, destaca Dinis, em entrevista coletiva.

Para quem vai para a Zona Sul do Rio

A partir do Into, a melhor opção para os motoristas quem vão para a Zona Sul é o Túnel Marcelo Allencar, pela Avenida Rodrigues Alves.

Para o Túnel Santa Bárbara, a sugestão é seguir através da Via B4, Via Binário, Avenida Professor Pereira Reis, Largo do Santo Cristo e Elevado Trinta e Um de Março.

Para quem vai para a Tijuca

Já quem segue no sentido Tijuca ou Maracanã, a melhor opção é acessar pela Via B4, Santo Cristo e seguir pela Francisco Eugênio.

Em decorrência das mudanças no trecho, as linhas de ônibus do município sofrerão alterações:

Linhas que seguem o itinerário pela Rua Santos Lima, como o 472 e 473, seguirão pela Rua Figueira de Melo; Rua São Cristóvão; o retorno na Avenida Pedro II até a Avenida Francisco Bicalho. A linha 485 pegará pelo Elevado Professor Engenheiro Rufino de Almeida Pizarro; Rua Francisco Eugênio; até a Avenida Francisco Bicalho.

A linha 265, que passa pela Rua Almirante Mariath, irá pela Rua General Luís Mendes de Morais, Elevado, Rua Francisco Eugênio, Rua Figueira de Melo.

As linhas que trafegam pela Avenida Brasil, como 210, 292, 300, 315, 324, 326, 328, 329, 335, 338, 342, 343, SP343, 348, 349, 362, 369, 378, 379, 380, 384, 385, 386, 388, 389, 393, SV394, 395, 397, 399, 484, 486, 497, 498, 2303, 2305, 2307, 2308, 2309, 2310, 2336, 2339, 2381 e 2383 vão pela Avenida Brasil; Rua Santos Lima; Benedito Otoni; Rua São Cristóvão; com retorno na Avenida Pedro II; Avenida Pedro II; até a Avenida Francisco Bicalho.

A secretária municipal de Transportes, Maína Celidonio, ressaltou que os passageiros não perderão os pontos de ônibus na Avenida Brasil, entre a Rua Santos Lima e Avenida Francisco Bicalho. Quem embarcava na Rua Santos Lima em frente ao número 3 para pegar as linhas 472 e 473 deverá se dirigir à Rua Figueira de Melo, em frente ao número 425.

O ponto de ônibus na Avenida Francisco Bicalho, sentido Centro, será desativado. Aos passageiros, o ponto mais próximo fica na Avenida Pedro II, em frente ao Depósito Público.

Além disso, um novo ponto ônibus para linhas intermunicipais foi criado na Avenida Francisco Bicalho, na pista central, sentido Avenida Presidente Vargas. O objetivo foi atender, principalmente, os usuários com destino à Rodoviária Novo Rio.

 

A prefeitura também distribuirá folhetos para moradores e frequentadores da região com informações sobre as novas alternativas. O esquema de trânsito contará com 20 agentes, quatro veículos operacionais, seis motocicletas, dois reboques e cinco painéis informativos.

O Terminal Intermodal Gentileza (TIG), do BRT Transbrasil, é um projeto do BRT Transbrasil e composto por quatro terminais (Deodoro, Margaridas, Missões e Gentileza) e 18 estações. A pista lateral da Avenida Brasil será recomposta e os motoristas poderão acessar a Avenida Francisco Bicalho normalmente apenas após a conclusão das obras do TIG, prevista para o fim de 2023. A estimativa é o terminal receba cerca de 130 mil passageiros, por dia.

Com informações do Jornal O Globo.

Foto: Ilustação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.