Veja as mudanças no acesso da Av. Brasil para Francisco Bicalho

A Prefeitura iniciou, às 22h da última sexta-feira (16/9), as interdições no acesso da Avenida Brasil para a Avenida Francisco Bicalho, para viabilizar as obras do Terminal Intermodal Gentileza (TIG). Confira os detalhes das mudanças no trânsito, dos desvios de linhas de ônibus e dos pontos de paradas dos coletivos.

Principais mudanças de tráfego

A principal rota de desvio para acessar a Avenida Francisco Bicalho é utilizar o Viaduto do Gasômetro.

Os veículos com destino à Avenida Francisco Bicalho que optarem por não utilizar o Viaduto do Gasômetro poderão acessar a rota alternativa pela Rua Santos Lima, Rua Benedito Otoni, Rua São Cristóvão e Avenida Pedro II.

Os veículos da região do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) deverão seguir, obrigatoriamente, para a Avenida Rodrigues Alves ou para a Via B4. Os veículos que desejarem seguir para a Zona Norte, a partir do Into, deverão utilizar a rota pela Via B4, acessar a Via Binário – sentido Rodoviária, Rua General Luís Mendes de Moraes e Rua Francisco Eugênio. Para a Zona Sul podem ser utilizados o Túnel Marcello Alencar, por meio da Avenida Rodrigues Alves, ou o Túnel Santa Bárbara, por meio da rota pela Via B4, Via Binário, Avenida Professor Pereira Reis, Largo do Santo Cristo e Elevado 31 de Março.

“Temos cerca de 25 mil veículos que usam esse acesso hoje em dia, sendo que a maior parte é ônibus. Nossa preocupação é orientar motoristas e passageiros sobre os novos roteiros e pontos. O principal acesso da Avenida Brasil para a Francisco Bicalho já é o Viaduto do Gasômetro, não passa por baixo”, afirmou o presidente da CET-Rio, Joaquim Dinis.

Para melhorar as condições de fluidez, a rota alternativa sofreu diversos ajustes na geometria, na sinalização vertical (placas) e horizontal (pintura), além da instalação de novos semáforos. A Avenida Francisco Bicalho, em conjunto com a Avenida Brasil, formam um dos principais eixos de acesso à cidade do Rio. Após a conclusão das obras do TIG, prevista para o fim de 2023, a pista lateral da Avenida Brasil será recomposta e os motoristas poderão acessar a Avenida Francisco Bicalho normalmente.

Acesso à pista lateral da Avenida Francisco Bicalho será por vias internas de São Cristóvão

Seguem as alterações de itinerário das linhas de ônibus municipais:

– Linhas que seguem o itinerário pela Rua Santos Lima:

As Linhas 472 e 473 seguirão pela Rua Figueira de Melo, Rua São Cristóvão, farão o retorno na Avenida Pedro II e seguirão pela Avenida Pedro II até a Avenida Francisco Bicalho.

A Linha 485 seguirá pelo Elevado Professor Engenheiro Rufino de Almeida Pizarro, Rua Francisco Eugênio até chegar à Avenida Francisco Bicalho.

– Linha que segue o itinerário até a Rua Almirante Mariath:

A Linha 265 deverá seguir pela Rua General Luís Mendes de Morais, Elevado Rufino de Almeida Pizarro, Rua Francisco Eugênio e Rua Figueira de Melo.

– Linhas que seguem o itinerário pela Avenida Brasil:

As Linhas 210, 292, 300, 315, 324, 326, 328, 329, 335, 338, 342, 343, SP343, 348, 349, 361, 362, 369, 378, 379, 380, 384, 385, 386, 388, 389, 393, SV394, 395, 397, 399, 484, 486, 497, 498, 2303, 2305, 2307, 2308, 2309, 2310, 2336, 2339, 2381 e 2383 deverão seguir pela Avenida Brasil, Rua Santos Lima, Benedito Otoni, Rua São Cristóvão. Farão o retorno na Avenida Pedro II e seguirão pela Avenida Pedro II até a Avenida Francisco Bicalho.

– As empresas já estão cientes, tanto das linhas municipais quanto das intermunicipais. Nos pontos de ônibus originais há placas que informam para onde o usuário tem que se dirigir para pegar as suas linhas. Também haverá fiscais da secretaria, nos primeiros dias, para orientar a população. Haverá ainda panfletagem da CET-Rio com orientações aos motoristas – explicou a secretária de Transportes, Maína Celidonio.

As linhas municipais continuarão atendendo ao Into pela pista lateral da Avenida Brasil, sentido Centro, e serão desviadas, em seguida, pela Rua Santos Lima.

Linhas intermunicipais que partem de São Gonçalo, Maricá e Niterói e que permitem acessar o Into:

Linhas partindo de São Gonçalo:

424D Alcântara x Campo Grande

425D Alcântara x Méier

533D Alcântara x Méier

543D Anaia x Candelária – via Binário do Porto

2424D Alcântara x Campo Grande

2425D Alcântara x Campo Grande

2545D Alcântara x Castelo – via Binário do Porto

2533D Alcântara x Méier

4545D Alcântara x Castelo – via túnel Marcello Alencar

Linhas saindo de Maricá:

146D Maricá x Candelária – via Binário do Porto

578D Ponta Negra x Candelária – via Binário do Porto

579R Itaipuaçu x Candelária – via Binário do Porto

590R Ponta Negra x Candelária – via Binário do Porto

2146D Maricá x Castelo – via túnel Marcello Alencar

4146D Recanto x Castelo – via túnel Marcello Alencar

2590R Ponta Negra X Castelo – via túnel Marcello Alencar

6146D Itaipuaçu x Castelo – via túnel Marcello Alencar

 

Linhas saindo de Niterói:

100D Niterói x Candelária – via Binário do Porto

143C Niterói x Nova Iguaçu

740D Charitas x Ipanema – via túnel Marcello Alencar 
2100D Niterói x Castelo – via túnel Marcello Alencar

2740D Charitas x Ipanema – via túnel Marcello Alencar

Todas as linhas podem ser embarcadas também na Ilha do Mocanguê como local de integração.

Pontos de ônibus

O ponto de ônibus localizado na Avenida Francisco Bicalho, sentido Centro, próximo à Avenida Brasil, foi desativado. O ponto de ônibus mais próximo para embarcar nas linhas de ônibus que seguem para a Avenida Francisco Bicalho fica na Avenida Pedro II, em frente ao Depósito Público, perto da Avenida Francisco Bicalho. (Obs.: Há uma placa informativa no 1º ponto da Avenida Francisco Bicalho, sentido Centro, antes da Avenida Pedro II).

Os passageiros que embarcavam na Rua Santos Lima, em frente ao nº 3, para pegar as linhas 472 e 473, deverão se dirigir à Rua Figueira de Melo, em frente ao nº 425. (Obs.: Há uma placa informativa no ponto da Rua Santos Lima, nº 3, próximo à esquina com a Avenida Brasil).

Os passageiros não perderão pontos de ônibus na Avenida Brasil, entre a Rua Santos Lima e a Av. Francisco Bicalho, já que não existiam paradas nesse trecho devido às obras da Transbrasil.

Um ponto de ônibus foi criado na Avenida Francisco Bicalho, pista central, sentido Avenida Presidente Vargas, para que os ônibus provenientes do Viaduto do Gasômetro possam embarcar e desembarcar passageiros para atender, principalmente, os passageiros com destino à Rodoviária.

Recomendações

– Respeitar a sinalização e as orientações dos agentes de tráfego para o bom andamento da operação.

– Motoristas que não necessitarem passar pela região da obra devem utilizar rotas alternativas para seus trajetos.

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.