Prefeitura pede R$ 90 milhões à União para pagar rodoviários

Em ofício ao ministro da Economia, Paulo Guedes, enviado nesta sexta-feira (27/03), o prefeito do Rio, Marcelo Crivella pediu R$ 90 milhões à União para as empresas de ônibus. O objetivo é preservar 26 mil empregos dos rodoviários.

Segundo Crivella, há 3,5 mil profissionais parados devido às restrições impostas para combater a propagação do coronavírus. Diariamente, circulam no município 5,5 mil ônibus. Entretanto, por causa da pandemia, só estão rodando 2 mil.

No documento, Crivella também sugeriu a liberação do saque do FGTS para motoristas de ônibus e de BRT e profissionais autônomos, como taxistas, ambulantes e produtores culturais prejudicados pela pandemia. “Pedimos, por exemplo, pelos motoristas de aplicativos, porque vários eram antes funcionários de empresas e têm saldo de Fundo de Garantia, além de outros profissionais liberais na mesma situação. Já as categorias que não têm (FGTS), estamos ajudando com cestas básicas”, disse.

Foto: Divulgação

2 comentários em “Prefeitura pede R$ 90 milhões à União para pagar rodoviários

  • 28 de março de 2020 em 19:16
    Permalink

    Boa noite isso não vai resolver isso tem que volta a trabalhar todos mundo pra resolver isso só rodoviária a 36 anos nunca fiquei assim vamos volta todos trabalhar para tocar o Brasil para tem uma resposta boa

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.