Prorrogada norma para distanciamento de usuários nos ônibus

A Prefeitura publicou portaria nesta terça-feira (30/06) prorrogando por cinco dias o prazo para as empresas cumprirem as normas de distanciamento dos passageiros nos coletivos. As medidas consistem na demarcação do piso dos veículos com adesivo ou tinta, indicando o afastamento obrigatório entre os passageiros. A prefeitura determinou que seja respeitado o limite de dois passageiros por metro quadrado, nos corredores dos veículos.

Ao entrar no coletivo, o usuário terá de ocupar o espaço onde haverá uma sinalização gráfica, de modo a garantir o distanciamento. A portaria traz uma ilustração de como a marcação deverá ser feita nos coletivos. De acordo com o modelo, são 27 marcações no piso do BRT, que possui 21 metros de comprimento e, 12 nos convencionais, que têm 12,7 metros de comprimento.

A Prefeitura liberou, no último dia 22, que passageiros viajassem em pé nos ônibus, mesmo com números ainda altos de infecção pela Covid-19, o que preocupou usuários e especialistas. No dia 25, um decreto elaborado em conjunto pelas secretarias de Transportes e de Saúde regulamentou as novas regras. Entre elas, a determinação para que as empresas higienizem os coletivos nos intervalos das viagens, providenciem equipamentos de prevenção para todos os funcionários, disponibilizem álcool em gel nas estações e organizem filas na área externa dos terminais, no caso do BRT.

Esgotado o prazo de cinco dias, a Prefeitura informou que os concessionários que não cumprirem a medida estarão sujeitos à multa. “A marcação nos corredores dos coletivos é uma medida simples, mas fundamental para os passageiros, que vão visualizar de maneira clara a distância que devem manter, preservando a saúde dele e dos demais”, justificou o secretário municipal de Transportes, Paulo Jobim.

O adesivo utilizado deverá ser o indicado no Diário Oficial do Município. Porém, o concessionário que desejar apresentar outro modelo, deverá submeter à SMTR para aprovação. Segundo a prefeitura, as ações de fiscalização da secretaria seguirão reforçadas nas estações e terminais de maior demanda do BRT e em outros pontos estratégicos da cidade, a fim de verificar a devida indicação no piso dos ônibus e as demais determinações da Prefeitura no combate à Covid-19. “Estamos acompanhando de perto os serviços prestados pelos operadores e nossas equipes seguirão nas ruas para verificar se a nova e importante medida está sendo cumprida. Neste momento de retomada gradual das atividades, é preciso consciência, responsabilidade e cumprimento dos protocolos sanitários por todas as partes envolvidas “, concluiu o subsecretário de Transportes, Allan Borges.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.