Detro fiscaliza novas regras de luminosidade dos vidros das vans

O Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Detro-RJ) realizou, nesta terça-feira (12/01), a primeira operação de fiscalização para checar o cumprimento das novas regras para a transmissão luminosa – quantidade de luz visível que pode passar pelo vidro – nas vans intermunicipais. A ação ocorreu na Avenida Francisco Bicalho, no Centro do Rio. Os agentes abordaram 36 vans, totalizando nove multas e três veículos apreendidos. O valor da autuação é de R$3.627,89.

De acordo com a nova regulamentação, a transmissão luminosa de para-brisas e vidros laterais dianteiros não pode ser inferior a 75% para os vidros incolores e 70% para os coloridos. No caso dos vidros traseiros, a transmissão não pode ser inferior a 70%. Também está proibida a aplicação de películas refletivas (espelhadas) em qualquer área envidraçada do veículo. As normas foram estabelecidas em portaria, publicada em 12 de novembro, no Diário Oficial, e entraram em vigor no último domingo (10/01).

Segundo o coordenador de fiscalização do Detro-RJ, major Heitor Sodré, as normas têm como objetivo garantir a segurança e facilitar a fiscalização, em especial de excesso de passageiros. “Além de influenciar diretamente na visibilidade do motorista, quando a película é muito escura, as equipes volantes têm dificuldade de flagrar passageiros em pé. Acreditamos também que a melhor visualização externa minimiza o risco de assaltos dentro do veículo”, explica o coordenador.

Além das ações de inteligência, as denúncias dos usuários, recebidas por meio da Ouvidoria do Detro-RJ, são fundamentais para nortear as operações. Os cidadãos podem entrar em contato pelos seguintes canais: telefone (21) 3883-4141, e-mail – ouvidoria@detro.rj.gov.br ou pelo WhatsApp Fale Detro (21) 98596-8545.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.