PactoRJ prevê investimentos em mobilidade urbana

O governador Cláudio Castro (PL) lançou nesta sexta-feira (13/08) o PactoRJ, pacote de investimentos para a retomada social e econômica do Estado do Rio, que prevê mais de 50 projetos nos 92 municípios do estado. Para melhorar a mobilidade, a proposta é implantar uma faixa para veículos com quatro quilômetros de extensão, da Pavuna à Avenida Brasil, além da construção de uma linha de metrô em superfície com 23 quilômetros que cortará a Baixada Fluminense. O teleférico do Complexo do Alemão — parado desde 2016 — deve ser restaurado e voltar a circular. Em São Gonçalo, será implantado um corredor exclusivo para ônibus, com 13,5 quilômetros, que ligará o bairro de Neves, ao Centro da cidade da Região Metropolitana. No interior, serão recuperados 882 quilômetros de vias.

Castro afirmou que as obras do Metrô da Gávea serão incluídas no pacote, caso o imbróglio judicial que suspendeu a construção da estação, seja resolvido. As obras no local foram interrompidas em 2015, após indícios de superfaturamento superior a R$ 2 bilhões em contratos. Hoje, especialistas debatem se as estruturas abandonadas precisariam passar por reforço estrutural antes da continuidade das intervenções ou se deveriam avançar rumo à conclusão do projeto. O governador disse que pediu uma reunião com o Ministério Público e outra com o Tribunal de Justiça para que o espaço volte a ter obras.

Outras ações previstas são conclusão do Museu da Imagem e do Som (MIS); inauguração de 26 Restaurantes do Povo; construção de ao menos 5 mil unidades habitacionais; uma nova unidade do Rio Imagem, na Baixada; e a reforma de 50 CIEPs, tornando as escolas ambientes mais tecnológicos e em horário integral.

Para execução do pacote serão investidos 17 bilhões nos próximos três anos, com estimativa de geração de 150 mil empregos. Um comitê será criado para acompanhar a implementação dos projetos, com a participação da sociedade civil.  Cerca de R$ 14 bilhões são provenientes do orçamento estadual e aproximadamente R$ 3 bilhões arrecadados no leilão do saneamento.

Cláudio Castro também anunciou que o auxílio emergencial SuperaRJ será estendido até o fim de 2022.  “É um pacto pelo crescimento econômico, pela geração de empregos, pelo enfrentamento à pobreza”, afirmou o governador.

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.