Após acidente, fiscais lacram 31 ônibus da empresa Estrela Azul

Depois da morte de Maviael Ferreira Cabral, de 41 anos, atingido pela roda de um coletivo da Viação Estrela Azul, quando estava em um ponto de ônibus, a Prefeitura lacrou 31 ônibus da empresa e aplicou 46 autuações. 

Na madrugada desta quinta-feira (10/01), fiscais da Secretaria Municipal de Transportes inspecionaram 32 veículos na garagem da Estrela Azul e lacraram 28 carros. A equipe encontrou diversas irregularidades, como vistoria vencida, equipamento de acessibilidade inoperante, bancos rasgados, janelas sem puxadores e balaústres soltos. Ao todo, 37 multas foram aplicadas.

Mais cedo, em outra ação de fiscalização realizada na Av. Churchill, no Centro, três carros da mesma empresa, que faziam a linha 292 (Engenho da Rainha–Castelo), foram retirados de circulação. Oito coletivos foram vistoriados e nove multas aplicadas, por circulação com frota abaixo do determinado e vistoria vencida.

Funcionários da Viação Estrela Azul relataram à reportagem do Bom Dia Rio que a roda que se soltou e matou um homem nesta terça-feira (8/01) não foi um caso isolado. Rodoviários denunciam problemas na garagem, como falta até de parafusos. Um rodoviário que não quis se identificar disse ao Bom Dia Rio desta quinta-feira (10/01) que a situação da empresa está precária. Segundo ele, os ônibus que batem não voltam mais para a rua porque não tem peça, pintura e lanternagem.

No ano passado, os consórcios Internorte e Intersul, responsáveis pelas linhas da Estrela Azul, foram autuados 393 vezes por má conservação da frota.

Foto: Divulgação SMTR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.