Ônibus: Secretaria de Transportes revisa oferta de linhas

A partir de agora, os consórcios de ônibus poderão pedir a suspensão temporária da operação de linhas por um período de 180 dias ou a redução da frota em 40% nos horários de menor procura. Também poderá ser ampliado o número de coletivos nos horários de pico – entre 7h e 9h e 17h e 20h –. As medidas fazem parte da Resolução publicada pela Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) no Diário Oficial do Município, nesta sexta-feira (14/02).  Segundo a SMTR, o objetivo é a melhorar o serviço, mantendo o equilíbrio entre a oferta de veículos e a demanda de usuários.

Segundo a Resolução, para autorizar as mudanças, a equipe técnica da Secretaria Municipal de Transportes vai considerar os registros da população feitos na Central 1746 e as análises do ranking negativo das concessionárias. Por essa razão, a secretaria apela para que as reclamações e elogios sejam comunicados à Central 1746.

Ainda de acordo com a publicação, ônibus refrigerados não poderão mais ser retirados de circulação pelas concessionárias. Outra mudança que será avaliada é a circulação de linhas com horários pré-estabelecidos. A medida é voltada para linhas que apresentem demanda apenas em um sentido do trajeto.

A SMTR informou também que será realizado levantamento pelos técnicos do órgão, para analisar possíveis alterações em serviços que atualmente não atendem as necessidades dos usuários.

As mudanças poderão ser solicitadas pelos consórcios operadores. Entretanto, a SMTR explica que todos os pedidos de redução, aumento ou remanejamento dos horários de atendimento feito pelas empresas terão de ser justificados e comprovados, e que nenhuma das ações vai prejudicar os serviços prestados à população nas ruas. 

Foto: divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.