Cabines de desinfecção serão instaladas em estações de transporte

A Prefeitura anunciou que, a partir desta semana, irá instalar cabines de desinfecção para a população em pontos de grande circulação de pessoas, como a Central do Brasil e as estações de Metrô, barcas e do BRT. As duas primeiras unidades ficarão no hospital de campanha do Riocentro.

A cabine de desinfecção conta com uma série de dispositivos que pulverizam, quase como uma poeira, um produto chamado Atomic 70, desenvolvido por um laboratório de São Paulo e certificado pela Anvisa. A substância combate alguns tipos de vírus, incluindo a Covid-19.

“O produto é muito eficaz, usado inclusive para fazer desinfecção em centros cirúrgicos. O fabricante garante que esse produto fica de três a cinco horas na pessoa, na roupa. Por isso a eficácia é de suma importância neste novo dispositivo”, explicou o secretário de Ordem Pública Gutemberg Fonseca.

Semelhante a um túnel, a estrutura dispõe de um sensor de presença que aciona borrifadores em seu interior liberando o produto – inofensivo aos olhos, pele e cabelos – a quem entra na cabine.

Novas máscaras

A Prefeitura anunciou também que vai distribuir um milhão de máscaras feitas de celulose, biodegradável e com design mais eficiente para evitar a contaminação do lado interno. As máscaras são descartáveis e duram um dia de uso, segundo a Prefeitura. O objetivo é iniciar a distribuição a partir de segunda-feira (20/04), em estações do BRT.

Foto: Divulgação/ Prefeitura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.