Chuva moderada a forte atinge bairros do Rio nesta 4ª feira

O tempo permanece instável no Rio, nesta quarta-feira (09/10. A previsão do Alerta Rio é de céu encoberto, com pancadas de chuva de intensidade moderada, podendo ser forte de forma rápida e isolada. As temperaturas estão em declínio, com máxima de 24 graus e mínima de 19 graus. Por causa da chuva, às 8h45, a cidade registrava 194 quilômetros de vias congestionadas, contra a média de 98 quilômetros registrada nas últimas três semanas.

Segundo o Centro de Operações Rio, entre 10h45 e 11h, houve registro de chuva moderada em pontos isolados da cidade, principalmente em bairros das zonas Sul e Norte. Nos demais pontos da cidade, há apenas registro de chuva fraca. Os maiores acumulados de chuva ocorreram entre 6h30 e 7h30 quando houve chuva forte – 6,25 a 12, milímetros – no período de 15 minutos, na Rocinha (7,6 mm), Jardim Botânico (7,6 mm), Barra / Rio Centro (5,4 mm), Vidigal (5,2 mm), Recreio (5,2 mm). Depois deste horário, foi registrada chuva fraca a moderada.

Na Av. Brasil, há registro de bolsões, no sentido Zona Oeste, em Realengo, na pista lateral em Barros Filho e Manguinhos, e no Caju. No sentido Centro, há bolsões em Coelho Neto e Irajá. Há congestionamento na via, no sentido Centro, de Bangu até Barros Filho, de Irajá até Parada de Lucas, de Ramos até o Caju e em São Cristóvão. Já no sentido Zona Oeste, há retenções em Irajá até Barros Filho e na altura de Santíssimo.

Na Zona Sul, na Av. Epitácio Pessoa, sentido Túnel Rebouças, há acúmulo de água na altura do Parque do Cantagalo. A Rua Rui Barbosa com Av. Oswaldo Cruz está parcialmente fechada por causa da queda de uma árvore.

Há relatos de bolsões d’água na Rua Morais e Silva (Maracanã), na Estrada do Rio Jequiá (Ilha do Governador), e na Estrada do Catonho (Jacarepaguá). O VLT opera com intervalos irregulares por conta de alagamentos na região da Praça Tiradentes.

Na Ponte Rio-Niterói, o fluxo é lento para o Rio dos acessos às saídas para o Gasômetro e Rodoviária, reflexos da obra do BRT na região do Into. O tempo de travessia chegou a 54 minutos por volta das 10h.

Foto: Centro de Operações Rio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.