BRT suspende linhas e cria novas a partir desta 2ª feira

Começaram, nesta segunda-feira (11/05), as alterações anunciadas na operação do BRT. O Consórcio, com o aval da Secretaria Municipal de Transportes, decidiu suspender seis serviços do sistema e criou outros quatro, em caráter temporário. Apesar da movimentação nas estações, o BRT afirma que houve queda de 70% na circulação de passageiros por causa das mudanças de horários dos serviços essenciais na quarentena, o que alterou os horários de pico no transporte.

Com as mudanças, ficam suspensas as seguintes linhas:

Linha 30 – Galeão x Alvorada – Semidireto;

Linha 42 – Fundão x Divina Providência – Parador;

Linha 53 – Sulacap x Alvorada – Expresso (apenas no entrepico, mantendo o funcionamento normal das 4h30 às 9h e das 16h às 23h. Durante entrepico, reforço da linha 51 – Vila Militar x Terminal Recreio – Parador);

Linha 40 – Madureira x Alvorada – Expresso (apenas no entrepico, mantendo o funcionamento normal das 4h30 às 9h e das 16h às 23h. Durante o entrepico, reforço da linha 35 – Madureira x Alvorada – Parador);

Linha 13 – Mato Alto x Alvorada – Expresso; e

Linha 25 – Mato Alto x Alvorada – Parador.

Novas linhas anunciadas pelo BRT, passam a funcionar:

Linha 31 – Vicente de Carvalho x Alvorada – Semidireto. Vai operar apenas nos horários de pico.

Linha 42E – Galeão x Santa Efigênia – Parador. Essa linha só funcionará nos dias úteis e vai atender as estações paradoras entre Galeão e Santa Efigênia;

Linha 27 – Mato Alto x Salvador Allende – Parador;

Linha 28 – Mato Alto x Alvorada – Semiexpresso. Será expresso até Salvador Allende e, a partir de lá, fará paradas em todas as estações abertas até o Terminal Alvorada;

O consórcio BRT diz que as duas linhas com saída da estação Mato Alto, uma das mais movimentadas do corredor Transoeste, vai ter aumento de 20% na oferta de ônibus, diminuindo o tempo de espera para o embarque.

Além disso, o BRT também afirma que vai reduzir os intervalos no horário de pico nos corredores Transolímpica e Trasnoeste, e a reabertura da estação Olof Palme, fechada desde o fim de março, para atender o hospital de campanha do Riocentro.

Fiscalização nos ônibus e BRTs

A Prefeitura informou que fiscais da secretaria Municipal de Transportes percorrem a cidade e os corredores do BRT, diariamente e em diferentes turnos, para verificar se a determinação de transportar somente passageiros sentados está sendo respeitada.

Desde o início das ações, 313 multas foram aplicadas aos consórcios por lotação nos ônibus e outras irregularidades, como falta de vistoria e circulação com frota abaixo do determinado.

Equipes da Secretaria também verificam se as empresas estão cumprindo a determinação de realizar a desinfecção dos coletivos, diariamente, antes do início da operação, e o uso de máscaras pelos motoristas e por funcionários das garagens.

Foto: Divulgação

Tags: BRTs, linhas, mudanças

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.